Pia Sundhage e Marta

'Eu gosto da palavra mistério porque é sobre o que é o futebol', diz Pia às vésperas da Seleção feminina fazer sua estreia no duelo com a China, em Tóquio (Reprodução / TV Globo)

LANCE!
20/07/2021
09:30
Tóquio (JAP)

A cautela fez parte do discurso da técnica Pia Sundhage às vésperas da Seleção Brasileira feminina dar seu primeiro passo nos jogos Olímpicos de Tóquio. Em entrevista coletiva nesta terça-feira, véspera do duelo com a China, a comandante afirmou que tudo faz parte de uma "preparação" para o sucesso.

O pontapé inicial da equipe canarinha acontecerá na quarta-feira, às 5h (horário de Brasília), pelo Grupo D.

> Veja a tabela da Seleção feminina nos Jogos Olimpícos 

- Eu gosto da palavra mistério porque é sobre o que é o futebol. Você prepara para o sucesso. Sim espero que o mistério seja uma boa surpresa para os brasileiros e difícil para as jogadoras chinesas - afirmou.


A sueca destacou que o Brasil está em plenas condições para iniciar bem sua trajetória e apontou onde a equipe vem progredindo nestes últimos anos.

- O Brasil está pronto com certeza. Fizemos as prioridades em dois anos. Acredito que a defesa é mais sólida hoje e o ataque um pouco mais organizado. Isso significa estarmos na mesma página, mas eu nunca afastaria o "samba style" o estilo brasileiro que Marta me surpreendeu. Amo isso. Esse mix vai nos levar para muitos jogos nas Olimpíadas - disse.

A treinadora ainda frisou a dimensão que há em torno de um jogo de estreia. Porém, traçou boas perspectivas para o duelo com as chinesas.

- O primeiro jogo nas Olimpíadas é sempre especial. Será um jogo difícil, tenho certeza sobre isso. Também tenho certeza que vocês verão um time brasileiro que faz seu melhor. Ajudar no ataque e defesa - declarou.