Bruna Benites

Defensora fez um balanço do desempenho do Brasil na primeira fase da competição (Reprodução / CBF TV)

LANCE!
28/07/2021
11:23
Tóquio (JAP)

Nem mesmo o fato da Seleção feminina ter enfrentado o Canadá em amistosos é visto por Bia Benites como um trunfo para o duelo desta sexta-feira (30), pelas quartas de finais da Olimpíada. Em entrevista divulgada pela CBF TV, a defensora apontou que esta situação torna o embate ainda mais acirrado.

- Nós enfrentamos o Canadá várias vezes, inclusive em amistosos, mas agora em quartas de final é ainda mais difícil. É um adversário que a gente conhece e que conhece a gente, mas agora é para valer. De qualquer forma, acredito que estamos preparadas, trabalhamos bastante - e, em seguida, falou sobre as condições da Seleção na Olimpíada:

- Não estamos no nosso nível ideal, mas estamos bem perto disso - completou.


Bruna Benites ainda fez um balanço do desempenho da primeira fase da Seleção feminina.

- Foram três jogos bem diferentes, com escolas diferentes. Primeiro, com a China, uma escola asiática, de estilo intenso, rápido, um jogo de bastante desgaste. Depois, tivemos a Holanda, que é a segunda colocada do mundo, um adversário com ataque forte, no qual mostramos que podemos jogar de igual para igual. Além disto, a Zâmbia que é sempre um rival difícil, de muita força, intensidade. Fomos inteligentes, o único time que não tomou gol deles - declarou.


Aos seus olhos, a opção de Pia Sundhage por fazer variações na escalação, em especial diante de Zâmbia, teve vantagens.

- Foi importante para todo mundo rodar o grupo, jogar o grupo, todas sentirem a Olimpíada, chegamos com o grupo homogêneo - declarou.

O Brasil encara o Canadá na sexta-feira (30) em Miyagi.