Vinícius Vasco

Vinícius vinha ganhando espaço no Vasco (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

André Schmidt
14/05/2020
08:35

Você pode até não se lembrar, mas a bola já rolou no futebol brasileiro em 2020. E se para o mundo esse ano ficará marcado negativamente em razão da pandemia de coronavírus, para alguns jovens atletas esta temporada, querendo ou não, definiu o início de suas carreiras profissionais.

Antes da paralisação do calendários, 50 jogadores estrearam oficialmente pelas equipes que disputarão a Série A. Alguns, inclusive, já foram até negociados com outros clubes, como é o caso do jovem lateral Yan Couto, de 17 anos, que fez o seu primeiro jogo no time principal do Coritiba em fevereiro e já foi vendido ao Manchester City, da Inglaterra.

Entre as 20 equipes da 1ª divisão do Brasil, quem lançou mais estreantes até agora foi o Vasco. Com um elenco jovem, de nomes como Talles Magno, Andrey e Marrony, o Cruz-Maltino promoveu a estreia de mais oito garotos apenas este ano: Lucão, Cayo Tenório, Ulisses, Juninho, Caio Lopes, João Pedro, Vinícius Paiva e Kaio Magno. Quase um time completo. 

O Athletico Paranaense, que nas últimas temporadas vem utilizando uma equipe de transição no Campeonato Paranaense, formada quase que completamente por jogadores até 23 anos, aparece em 2º no ranking com sete estreantes. Botafogo e Internacional, com cinco cada, dividem a 3ª posição.

CLUBES COM MAIS ESTREIAS ENTRE OS PROFISSIONAIS EM 2020
* Apenas clubes da Série A e com estreias em jogos oficiais

Vasco (8): Lucão (goleiro, 19 anos), Ulisses (zagueiro, 20 anos), Cayo Tenório (lateral-direito, 21 anos), Caio Lopes (meia, 19 anos), Juninho (meia, 19 anos), Kaio Magno (atacante, 20 anos), João Pedro (atacante, 20 anos) e Vinícius Paiva (atacante, 19 anos)

Athletico-PR (7): Luan Patrick (18 anos, zagueiro), Léo Simas (lateral-direito, 21 anos), Ramon (meia, 20 anos), Kawan (meia, 18 anos), Kleiton (atacante, 21 anos), Vinícius Mingotti (atacante, 20 anos) e Jajá (atacante, 19 anos)

Botafogo (5): David Sousa (zagueiro, 18 anos), Ênio (meia, 19 anos), Caio Alexandre (volante, 21 anos), Rafael Navarro (atacante, 20 anos) e Dedé (atacante, 18 anos)

Internacional (5): Carlos Eduardo (zagueiro, 19 anos), Pedro Henrique (zagueiro, 19 anos), Praxedes (meia, 18 anos), Netto (atacante, 22 anos) e Guilherme Pato (19 anos, atacante)

Flamengo (4): Richard (meia, 19 anos), Luiz Henrique (meia, 21 anos), Rodrigo Muniz (atacante, 19 anos) e Yuri César (atacante, 21 anos)

Sport (4): Ewerthon (meia, 19 anos), Luciano Juba (lateral-esquerdo, 19 anos), Rafael (lateral-direito, 18 anos) e Júlio César (atacante, 17 anos)

Atlético-GO (3): Michel (zagueiro, 19 anos), Eduardo (meia, 19 anos) e Vitor Leque (atacante, 19 anos)

Coritiba (3): Yan Couto (lateral-direito, 17 anos), Natanael (lateral-direito, 18 anos) e Kazu (zagueiro, 20 anos)

São Paulo (3): Fasson (zagueiro, 18 anos), Wellington (lateral-esquerdo, 19 anos) e Rodrigo Nestor (meia, 20 anos)

Grêmio (2): Lucas Araújo (meia, 20 anos) e Léo Chu (meia, 20 anos)

Palmeiras (2): Patrick de Paula (meia, 20 anos) e Gabriel Menino (meia, 19 anos)

Atlético-MG (1): Adriano (20 anos, meia)

Bahia (1): Saldanha (atacante, 20 anos)

Red Bull Bragantino (1): Luan Cândido (lateral-esquerdo, 19 anos)

Santos (1): Renyer (atacante, 16 anos)

Ceará, Corinthians, Fluminense, Fortaleza e Goiás ainda não tiveram nenhum atleta estreando como profissional em 2020.