Hereda - Náutico

Foto: Léo Lemos/Náutico

Futebol Latino
15/07/2020
10:37
Recife (PE)

O lateral-direito Hereda e o meio-campista Luanderson, falando com o portal 'JC', fizeram questão de elogiar os trabalhos de ordem física que o grupo de profissionais do Náutico vem desenvolvendo desde que o clube foi autorizado a retomar as atividades presenciais.

Para o lateral, além da importância que tem os exercícios preparatórios, é preciso pensar que o simples fato de poder voltar a atuar já será benéfico além de pontuar que o monitoramento dos níveis de desgaste serão sempre acompanhados de perto pelo departamento físico do Timbu:

- Realmente essa sequência de jogos é muito grande, mas a gente tem se preparado da melhor forma aqui, feito bastantes trabalhos físicos para conseguir jogar esses campeonatos todos. O lado bom é estar sempre jogando, o que o atleta gosta de fazer. Tem essa parte do desgaste físico, mas a gente vai sempre ter o aval com a preparação física para que a gente possa se desgastar menos.

Luanderson, além de creditar total confiança aos trabalhos feitos pelo Náutico, pontuou que é preciso relevar possíveis deficiências técnicas nas primeiras partidas do retorno mediante ao tempo de paralisação enfrentado:

- A gente sabe que toda as equipes terão dificuldade pelo tempo que ficaram paradas. Sabemos que o nível técnico das equipes vai ser muito diferenciado pela falta de alguns treinamentos, o físico também não vai ser a primeira coisa nessas primeiras três ou quatro rodadas, mas buscamos fazer um trabalho bom aqui no Náutico com os preparadores físicos. Tenho certeza que a nossa equipe vai estar bem preparada fisicamente e mentalmente para conseguir os resultados positivos.

Caso chegue a final tanto da Copa do Nordeste como do Campeonato Pernambucano, o estudo de qual a melhor equipe (técnica e fisicamente) deve ser escalada certamente será feito de maneira cuidadosa pelo Alvirrubro. Isso porque, de acordo com o atual calendário, o clube enfrentaria uma "insana" rotina de 14 partidas em um intervalo de 30 dias, média de quase um confronto a cada 48 horas.