SESI SP campeão do Brasil Open 2022 (Foto: Luiza Moraes/PAB)

SESI SP campeão do Brasil Open 2022 (Foto: Luiza Moraes/PAB)

LANCE!
09/05/2022
18:26
Rio de Janeiro (RJ)

O Brasil Open 2022 de Polo Aquático terminou no domingo, na piscina do Flamengo, no Rio de Janeiro. O campeonato, organizado pela Liga PAB - Polo Aquático Brasil, coroou os times do Sesi-SP no masculino e do Pinheiros no feminino. O torneio contou com 15 jogos, dez no masculino e cinco no feminino.

+ Quem é Carlos Alcaraz, novo fenômeno do tênis que é tido como sucessor de Rafael Nadal

Os atletas mais bem preparados do Brasil e os principais times da modalidade se reuniram em um campeonato de tiro-curto, realizado em três dias. No masculino, Sesi-SP e Flamengo fizeram o jogo da decisão, que teve transmissão dos canais oficiais da PAB, além do Canal Olímpico Brasil. O time paulista, último campeão da Liga Nacional, conseguiu vencer os donos da casa por 12 a 10.

- Na semi jogamos contra o Fluminense, um jogo difícil, pois eles estavam com muitos estrangeiros no time. Na final, foi um jogo duro, mas conseguimos manter o ritmo e sair com a vitória - disse Thiago Batista, técnico do Sesi.

O espanhol Albert Español do Flamengo foi o artilheiro e MVP da competição com 11 gols marcados. O goleiro menos vazado foi Murilo Moreira, da ABDA.

No feminino, o favorito Pinheiros venceu as donas da casa em um duelo equilibrado até o segundo quarto. No terceiro e quarto tempos, o Pinheiros conseguiu administrar uma pequena vantagem e vencer as flamenguistas por 4 a 3.

A espanhola Anna Gual, do Flamengo, foi a artilheira da competição com 13 gols marcados. A MVP (melhor da competição) e a goleira menos vazada foi Tatiana Mendes Pregolini, do Pinheiros.

A competição nacional no masculino contou com sete times: ABDA, Flamengo, SESI SP, Fluminense, Clube Paineiras, Paulistano e Esporte Clube Pinheiros. No feminino, três equipes participaram: Flamengo, ABDA e Pinheiros.

- Temos que agradecer aos clubes pelo trabalho feito durante todo o campeonato. Aos campeões Sesi no masculino e ao Esporte Clube Pinheiros no feminino nossos parabéns pelo tamanho esforço em um campeonato de poucos dias entregarem grande qualidade técnica - disse Alexandre Zwicker, presidente da PAB.

A disputa de terceiro lugar no masculino foi realizada entre Fluminense e Pinheiros. O clube paulista começou melhor e não deixou o jogo escapar nos quartos seguintes. A partida terminou com o placar de 10 a 7.

- O Pinheiros agora foca no trabalho para as competições do segundo semestre. Como auxiliar técnico da Seleção observo que a vinda dos estrangeiros é sim importante! Poderiam ficar duas ou três semanas treinando nos clubes para termos um saldo ainda mais positivo. Mas só participar do Open é muito importante - disse Roberto Chiappini, técnico do Pinheiros e auxiliar técnico do Brasil.