Cricket Brasil

Tatiele de Carvalho tem 11 títulos brasileiros (Foto: Cricket Brasil)

LANCE!
08/06/2021
17:10
Poços de Caldas (MG)

A Seleção Brasileira feminina de críquete começou a preparação para as eliminatórias da Copa do Mundo, em setembro. E visando o torneio mundial, o Brasil recrutou a atleta Tatiele de Carvalho, 11 vezes campeã brasileira dos 10.000m e finalista nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

As brasileiras enfrentarão Argentina, Canadá e Estados Unidos, naquela que será a primeira aparição das sul-americanas em um evento do Conselho Internacional de Críquete (ICC) em quase uma década. O vencedor garantirá uma vaga nas eliminatórias globais de oito seleções, com os dois primeiros colocados do evento progredindo para a Copa do Mundo feminina de 2023, na África do Sul.

O Brasil, que busca sua primeira classificação, vai começar o torneio como o melhor colocado. A Seleção Brasileira subiu 11 posições e figura no 27º lugar no ranking mundial.

A Associação Brasileira de Críquete (ABC), órgão regulador nacional do esporte, está determinada a aproveitar as chances de progresso do time e, assim, em janeiro passou a contar com a ajuda de Tatiele. Tirando um tempo de seus preparativos para as Olimpíadas de Tóquio, em agosto, a atleta de 31 anos tem ajudado o jovem time de jogadoras de críquete profissional dentro e fora do campo.

Cricket Brasil
Seleção feminina de críquete vai em busca da vaga na Copa do Mundo (Foto: Cricket Brasil)

- Minha função, além de ensinar os aspectos técnicos da corrida, é inspirá-las e ajudá-las a acreditar que também podem ser campeãs olímpicas e mundiais. Todos os dias, posso incentivá-las porque elas podem olhar para mim e pensar: "Se ela consegue, eu também posso". Posso mostrar a elas que as mulheres também podem mudar o mundo; as mulheres também podem chegar ao topo, como fiz em uma final olímpica. Elas podem alcançar tudo o que sonham - disse Tatiele.

Técnico da Seleção Brasileira feminina de Críquete, o inglês Matt Featherstone também falou sobre a chance de ter Tatiele de Carvalho em sua equipe, ajudando na preparação da equipe.

- Os resultados estão começando a aparecer, com três jogadoras do time tendo perdido até 10kg nos últimos seis meses e outras agora demonstrando um maior foco e senso de responsabilidade. Muito disso se deve à Tatiele. Quando ela veio falar com as meninas em janeiro, estava claro que seu estilo de vida era o mesmo de 95% das meninas, então elas puderam se identificar imediatamente - disse Featherstone.

- Basicamente, ela disse: "Não se engane que apenas treinar duas horas por dia e ter uma vida normal vai te levar ao topo, porque não vai". Elas seguiram esse conselho porque, embora ela não pratique o mesmo esporte, ela fez exatamente o que essas meninas querem fazer: chegar ao topo - completou.