Logo Lance! Betting

Quais serão os próximos brasileiros na NBA? Conheça três garotos no radar

Três adolescentes brasileiros participaram do camp promovido pela NBA em Indianápolis

20240218_133200-scaled-aspect-ratio-512-320
Gustavo Guimarães (e), Enrico Borio (c) e Gabriel Ferreira (d) participaram do camp Basquete Sem Fronteiras, em Indianápolis 2024 promovido pela NBA. Foto: André Carbone/Lance!

Escrito por

Gabriel Ferreira, Enrico Borio e Gustavo Guimarães são três adolescentes brasileiros que participaram do camp promovido pela NBA e pela Fiba na região de Indianápolis no mesmo dia do All-Star Game. O programa ''Basquete Sem Fronteiras" selecionou 44 jogadores promissores de fora dos Estados Unidos e fez alguns dias de treinamentos com ex-jogadores da NBA como técnicos de quatro equipes.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

A participação no programa não é uma garantia de draft para a NBA no futuro, mas deixa os jogadores na mira das equipes americanas. Desde 2001, já participaram mais de 4,3 mil jogadores de 140 países, com 114 jogadores avançando para NBA e WNBA.

Enrico e Gustavo estão no último ano do ensino médio nos Estados Unidos e vão cursar universidades por lá. Já Gabriel atualmente mora em Guadalajara, no México, onde joga pela NBA Academy.

"Eu só tinha ido em um camp, da América, mas não se compara com o Global. O nível é muito alto, são os melhores da idade no mundo, foi uma experiência muito da hora, vou me lembrar para sempre. Meu foco está totalmente no basquete, quero muito ser jogador profissional da NBA", explicou Gabriel, de 2,08m e 18 anos, que começou a jogar basquete aos 13 no Recife.

"Espero ser chamado no ano que vem também, estou muito animado", revelou Gustavo Guimarães, de 2m11 e 17 anos, de Itatiba (SP), que já pensou sobre sua vida caso a NBA não o chame. "Neste momento estou pensando no basquete, mas sempre tenho um plano B, você não sabe se você vai se machucar ou qualquer outra coisa. Não sei ainda o que vou fazer nos estudos, a minha primeira opção é o basquete, mas estava pensando em fazer Business na universidade. Claro, se não der para ser jogador da NBA, penso em jogar na Europa. Se não der na Europa também, vou tentar a vida com o Business nos Estados Unidos", explicou o fã de Luka Dončić.

Enrico Borio, de Curitiba, de 1,98m e 18 anos, já aceitou fazer a universidade na Flórida, em Jacksonville. "Meu foco está totalmente no basquete, ainda não penso em outra coisa. Eu sempre torci pelo Cavaliers. Mas para jogar? Eu sei que lá (em Cleveland) é muito frio. Se fosse para jogar, eu escolheria o Miami Heat, que é perto de onde eu estou, gosto muito do ambiente", revelou.

Os três jogadores, assim como todos os outros participantes do camp da NBA, estarão presentes na Gainbridge Fieldhouse, casa do Indiana Pacers, neste domingo para acompanhar o All-Star Game.

Viagem patrocinada por Hellmann's

circulo com pontos dentroTudo sobre

News do Lance!

Receba boletins diários no seu e-mail para ficar por dentro do que rola no mundo dos esportes e no seu time do coração!

backgroundNewsletter