COB

COB recebeu o aval das autoridades de Portugal para missão (Foto: Rafael Bello/COB)

LANCE!
11/07/2020
16:06
Rio de Janeiro (RJ)

A Missão Europa do Comitê Olímpico do Brasil (COB) começa na próxima sexta-feira, com o embarque das equipes de boxe, ginástica, judô, nado artístico e natação. Após receber autorização do Governo de Portugal, através de intermediação do Comitê Olímpico local, o COB enviará delegações esportivas ao país europeu, seguindo um rigoroso protocolo de combate à contaminação do novo coronavírus.

- A partir da grande mobilização e comprometimento de todos, ofereceremos essa excelente oportunidade aos atletas brasileiros, que terão ótimas condições de treinamento e toda segurança para retomarem a preparação para os Jogos Olímpicos de Tóquio. O COB agradece imensamente ao fundamental apoio do Comitê Olímpico de Portugal, através de seu presidente José Manuel Constantino, que não poupou esforços junto às autoridades locais para viabilizar a entrada do Time Brasil no país nesse momento - disse o presidente do COB, Paulo Wanderley.

A autorização de entrada para o Time Brasil em Portugal se baseou nas condições especiais previstas para brasileiros em exercício de atividade profissional no país.

- A legislação recentemente publicada em Portugal prevê condições especiais para atividades de natureza profissional, o que no nosso entendimento se aplica à missão olímpica brasileira. Assim, procuramos encontrar os melhores caminhos e sensibilizar as autoridades nacionais, designadamente o Governo, para que não haja quaisquer problemas relativos às chegadas dos atletas brasileiros e ao controle de entrada no aeroporto de Lisboa - afirmou o presidente do Comitê Olímpico de Portugal, José Manuel Constantino.

A Missão Europa terá duração de julho a dezembro e tem como principal objetivo dar suporte à retomada de treinamentos dos atletas classificados ou com potencial de classificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio, garantindo a segurança total da delegação e cumprindo os protocolos exigidos e validados pelos serviços médicos. Depois de fazer uma consulta a todas as Confederações Brasileiras Olímpicas, o COB já tem previsto até o momento o envio de cerca de 200 atletas, além de técnicos e equipe multidisciplinares, de 16 modalidades esportivas (veja a lista completa por modalidade ao final do texto). Este número pode ser atualizado, conforme a necessidade de cada confederação e eventuais mudanças no cenário externo de enfrentamento à pandemia.

Para conseguir realizar a operação, o COB desenvolveu protocolos rígidos de controle contra a contaminação da COVID-19. Todos os integrantes da delegação serão testados até 72 horas antes do embarque, só podendo viajar caso apresentem resultado negativo para o PCR. Assim que chegarem a Portugal, eles repetirão o procedimento e permanecerão em isolamento por 48 horas, até a divulgação do resultado da sorologia, quando estarão liberados para os treinamentos esportivos. Além disso, uma terceira testagem está prevista antes do regresso de cada atleta ou oficial ao Brasil.

- A Missão Europa tem grande importância para o esporte olímpico brasileiro. É uma ação que representa a retomada dos treinamentos após um período bem duro para nossos atletas. Durante esse tempo, o COB, as Confederações e os clubes procuraram dar todo o suporte possível e agora os nossos esforços se voltam para oferecermos as melhores condições de retomada, sem abrir mão da segurança e da preservação da saúde - declarou Jorge Bichara, diretor de Esportes do COB.

Portugal foi escolhido como destino principal do Time Brasil na Europa, tendo em vista que o país se encontra em um estágio avançado da contenção da pandemia do novo coronavírus, além do bom relacionamento do COB com o Comitê Olímpico de Portugal (COP). O país servirá, inclusive, como base de aclimatação da equipe brasileira para os Jogos Olímpicos Paris 2024.

Quatro bases serão usadas para os treinamentos: o Complexo Desportivo de Rio Maior, equipamento público-privado situado a 75km de Lisboa, que receberá a maior parte da delegação, e instalações em Coimbra (judô), Cascais (vela) e Sangalhos (ginástica artística e ginástica rítmica). Com investimento previsto de R$13,7 milhões em logística, a Missão Europa faz parte do Programa Emergencial de Apoio ao Sistema Olímpico.

Paralelamente à Missão Europa, o COB trabalha na implementação do plano de retomada das atividades do Centro de Treinamento Time Brasil, com base nos protocolos do Guia para a Prática de Esportes Olímpicos no Cenário da COVID-19, lançado em junho pela entidade. A montagem de equipamentos e simulações de fluxo foram iniciadas essa semana e a previsão é que a volta dos atletas seja realizada a partir do fim de julho, em cinco fases diferentes, começando com um pequeno grupo e sendo normalizada aos poucos.

Veja a lista de modalidades confirmadas até o momento na Missão Europa:

Atletismo - 29 atletas
Judô - 28 atletas
Boxe - 11 atletas
Natação - 15 atletas
Handebol Feminino - 18 atletas
Handebol Masculino - 18 atletas
Rugby Feminino - 16 atletas
Wrestling - 10 atletas
Ginástica Rítmica - 8 atletas
Saltos Ornamentais - 7 atletas
Taekwondo - 6 atletas
Ginástica Artística Masculina - 6 atletas
Triathlon - 4 atletas
Ginástica Artística Feminina - 6 atletas
Vela - 4 atletas
Nado Artístico - 3 atletas
Maratonas Aquáticas - 7 atletas
Tênis de Mesa - 4 atletas