Pérez diz que disputa interna com Verstappen pesou para renovação: ‘Amo esse desafio’

Mexicano admitiu que o desafio de ter o holandês como companheiro de equipe o faz querer melhorar como piloto

perez-verstappen-aspect-ratio-512-320
Pérez chegou na Red Bull em 2021 (Foto: Giuseppe CACACE / AFP)

Escrito por

De contrato renovado com a Red Bull até o fim de 2026, Sergio Pérez afirmou que tem como objetivo encerrar a carreira na equipe austríaca e destacou o papel da parceria — e da disputa interna — com o tricampeão mundial Max Verstappen no processo de extensão do vínculo. O mexicano revelou que o interesse em seus serviços surgiu por parte de outras equipes do grid da Fórmula 1, mas ressaltou a felicidade por trabalhar com os funcionários do time de Milton Keynes e afirmou que fica “grato” pela oportunidade de permanecer.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

- Eu tinha algumas opções fora da equipe, mas minha intenção era continuar - admitiu Pérez ao portal Racer.

- Estou muito feliz. Adoro trabalhar com esse grupo de mecânicos e engenheiros. Todos trabalham muito duro e dão tudo de si - elogiou.

➡️ Câmara do Rio de Janeiro aprova projeto de novo autódromo em segunda votação

- Estou super feliz de continuar minha jornada com a equipe - afirmou.

- Estou extremamente grato pela oportunidade que foi dada a mim. Realmente gostaria de encerrar minha carreira nesse time - destacou.

Para Pérez, outro ponto importante na renovação foi a chance de ter Verstappen como companheiro de equipe. Segundo ele, o desafio de encarar alguém tão rápido e que performa em um nível tão alto a cada fim de semana só pode ser encontrado na própria Red Bull.

- Amo ter o desafio de ser o companheiro de equipe do Max [Verstappen]. Isso me faz querer evoluir, precisamente porque é tão desafiador. Faz com que você queira continuar aprendendo e crescendo. Com outros pilotos, vocês também viram o quanto é duro. A Red Bull é diferente de qualquer outra equipe nesse aspecto - pontuou.

Segundo Pérez, enfrentar o neerlandês faz com que o mexicano queira sempre evoluir — não apenas no aspecto esportivo, mas também pelo lado mental. Para ele, Verstappen e o carro “são um só” — e não seria possível encontrar esse tipo de desafio em outro time.

Sergio Perez F1
(Luca Bruno / POOL / AFP)

- Mentalmente, isso tira tudo de você. E você também precisa ser muito forte para conseguir lidar com a pressão que vem de dentro da equipe. Já tem muita coisa acontecendo do lado de fora e, do lado de dentro, você está lidando com alguém que dá o tom ao performar em um nível muito alto - comentou.

- Ele e o carro são um só. Se você for para outro time, com um companheiro de equipe diferente, você aborda de forma diferente também. Mas eu amo esse desafio - finalizou Pérez.

A Fórmula 1 volta entre os dias 21 e 23 de junho, em Barcelona, com o GP da Espanha, décima etapa da temporada 2024.

News do Lance!

Receba boletins diários no seu e-mail para ficar por dentro do que rola no mundo dos esportes e no seu time do coração!

backgroundNewsletter