NBB - Flamengo

Flamengo recebeu o troféu de hexacampeão do NBB (Foto: Divulgação / NBB)

LANCE!
14/06/2019
12:40
São Paulo (SP)

Na noite da última quinta-feira, os destaques da temporada 2018/2019 do NBB foram premiados. A Festa dos Melhores do Ano, realizada no Bud Basement, espaço proprietário da Budweiser, em São Paulo, coroou as participações de destaque de Flamengo (campeão) e Franca, os finalistas, e ficou marcada pela entrega do troféu mais cobiçado, o de MVP, a JP Batista, do Mogi. 

Mas esse não foi o único troféu de JP Batista na noite. O jogador também apareceu no Quinteto Ideal da competição com o troféu de Pivô do Ano, e também recebeu outros dois troféus: Líder em rebotes (8,8 por jogo) e o de Líder em Eficiência (21,4 de eficiência por jogo).

Quem também aparece no Quinteto Ideal é o armador argentino Franco Balbi, do Flamengo, que além de ter sido eleito o Armador do Ano da temporada, também faturou o troféu de Estrangeiro do Ano da competição – o primeiro de um argentino na história.

Os outros três nomes que completam o Quinteto Ideal são: David Jackson (Sesi Franca) e Marquinhos (Flamengo) como Alas do Ano, e Lucas Dias (Sesi Franca) como outro Pivô do Ano. 

TÉCNICO DO BOTAFOGO ELEITO

Já o Troféu Ary Vidal de Técnico do Ano ficou com Léo Figueiró, do Botafogo e que desbancou Gustavo De Conti (Flamengo) e Helinho (Franca). Pela primeira vez na história do NBB, em 11 edições, o Glorioso chegou a uma semifinal - ficou no caminho para o Flamengo. 

CONFIRA TODOS OS PREMIADOS DA NOITE

MVP (Jogador Mais Valioso): JP Batista (Mogi das Cruzes/Helbor)
MVP das finais: Olivinha (Flamengo)
Armador do Ano: Franco Balbi (Flamengo)
Alas do Ano: David Jackson (Sesi Franca Basquete) e Marquinhos (Flamengo)
Pivôs do Ano: Lucas Dias (Sesi Franca) e JP Batista (Mogi das Cruzes/Helbor)
Técnico do Ano (Troféu Ary Vidal): Léo Figueiró (Botafogo)
Sexto Homem: Alexey (Sesi Franca Basquete)
Melhor Defensor: Jimmy (Sesi Franca Basquete)
Estrangeiro do Ano: Franco Balbi (Flamengo)
Destaque Jovem: Didi (Sesi Franca Basquete)
Maior Evolução: Didi (Sesi Franca Basquete)

Cestinha (Troféu Oscar Schimdt): Kyle Fuller (Corinthians) – média de 20,7 pontos por jogo
Líder em Rebotes: JP Batista (Mogi das Cruzes/Helbor) – média de 8,8 por jogo
Líder em Assistências: Gegê (Life Fitness/Minas) – média de 7,4 por jogo
Líder em Eficiência: JP Batista (Mogi das Cruzes/Helbor) – média de 20,5 por jogo

Melhor Ataque: Sesi Franca Basquete – média de 85,7 pontos por jogo
Melhor Defesa: Flamengo – média de 71,1 pontos sofridos por jogo
Equipe Fair Play: Basquete Cearense

Melhor Árbitro: Cristiano Maranho
Melhor Trio de Arbitragem: Cristiano Maranho, Gustavo Edson Mathias e Fabiano Huber
Árbitro Revelação: Cauan Santos