M. Hirschi

Muito à frente do segundo colocado, Marc Hirschi vence e celebra a primeira vitória de etapa no Tour de France (AFP)

LANCE!
10/09/2020
13:34
Paris (FRA)

O suíço Marc Hirschi foi o vencedor da etapa desta quinta-feira da Volta da França (Chauvingny/Sarran Correze), a de número 12 desta edição de 2020. Nos 30kms finais, o ciclista da Sunweb abriu fuga do pelotão e fez a concorrência ficar muito para trás, com o tempo de 5h08m49s. Colocou 47s à frente de Pierre Rolland, o segundo colocado. Soren Kragen Andersen (também da Sunweb), ficou em terceiro, 52s de deficit.

Esta foi a primeira vitória de Hirschi, de 23 anos, numa etapa de Grand Tour. Ele é visto como o ciclista suíço mais promissor da última década, foi campeão mundial júnior em 2018 e já tinha chegado em segundo lugar na etapa 2, quando perdeu para Alaphilippe por meia roda.

O momento chave ocorreu na subida da última montanha, com inclinação 7,7%. Hirschi aproveitou para puxar a fuga, com Alaphilippe tentando perseguí-lo em duas oportunidades, mas sem sucesso, já que teve problemas na bike (1m48s atrás do líder, em décimo-primeiro lugar).

O pelotão dos líderes chegou em bloco a 2m30s do vencedor da etapa, Como todos os principais candidatos ao título chegaram nele, não ocorreu mudanças no Top10, com Primoz Roglic (Esloveno da Jumbo Visma) em primeiro e mantendo da diferença de 21s para o campeão de 2019, o colombiano Egan Bernal (colombiano da Ineos). Veja a classificação abaixo.


O Top10 da classificação geral (Camisa Amarela):


1 - Primoz Roglic - Eslovênia/Equipe Jumbo Visma - 51h26m43s
2 - Egan Bernal - Colômbia/ Ineos (+ 21s do líder)
3 - Guillaume Martin - França/ Cofidis (+ 28s)
4 - Romain Bardet - França/Ag2R (+ 30s)
5 - Nairo Quintana - Colômbia/Arkea (+ 32s)
     Rigoberto Uran - Colômbia/EF (+ 32s)
7 - Tadej Pogacar - Eslovênia/Emirates (+ 44s)
8 - Adam Yates - Grã Bretanha/Mitchelton (+ 1m02s)
9 - Miguel Angel López - Colômbia/Astana (+ 1m15s)
10 - Mikel Landa - Espanha/Bahrain (+ 1m42s)

Na briga pela camisa verde, o irlandês Bennet se mantém em primeiro:

TOP 4 por pontos (camisa verde)

1 - Sam Bennet - Irlanda/Quick Step - 252 pontos
2 - Peter Sagan - Eslováquia/Bora - 186
3 - Bryan Coquard - Francês/Vital - 162
4 - Caleb Ewan - Austrália/Lotto - 155

E+

Na classificação das outras categorias, a situação é a seguinte após 12 etapas: Benoit Cosnefroy, francês da Ag2R lidera a disputa de melhor montanhista (camisa branca com bolinhas vermelhas) com 36 pontos, contra 31 de Nans Peters (francês também da Ag2R); O campeão de 2019 segue com a camisa branca de melhor ciclista jovem (disputada apenas por ciclistas até 25 anos); a Movistar lidera por equipes (154h26m36s) agora seguida pela Trek (154h30m54s), que ultrapassou a EF (154h32m13s).


Etapa desta sexta-feira

A etapa 13 ocorre nesta sexta-feira, mais uma de montanha, entre Chateau Guyon e Puy Mary Cantal, de 191,5km. Trata-se de uma das etapas mais complicadas, com  4.400 m de altimetria, montanhas de primeira, segunda e terceira categoria, trechos de até 10% de inclinação e tudo indicando que os favoritos irão buscar a vitória na subida de Puy Mary, um vulcão extinto. Primoz Roglic, Egan Bernal e Nairo Quintana são os favoritos e se um deles vencer desgarrado poderá abrir grande vantagem na classificação geral.