Golden States

Golden State cravou seu nome na história após mais uma conquista na NBA (Foto: Adam Glanzman / AFP)

LANCE!
17/06/2022
17:38
Boston (EUA)

A história da NBA é repleta de histórias de equipes que tiveram períodos mágicos de muito domínio e títulos. São as chamadas dinastias da liga. Com seu quarto título em seis finais, o Golden State Warriors já crava seu nome entre os maiores times de todos os tempos.

+ Finais NBA: MVP da decisão, Curry lidera os Warriors para mais um momento histórico e se emociona

A NBA vive a dinastia dos Warriors e ainda não sabe quando ela vai acabar, mas já é possível comparar os feitos de Stephen Curry, Draymond Green, Klay Thompson e cia. com outros grandes times que ficaram marcados na história.

A título de comparação, outras dinastias que marcaram época foram o Chicago Bulls de Michael Jordan, com 6 títulos em 6 finais na década de 90; o Los Angeles Lakers de Magic Johnson, com 5 títulos em 8 finais entre 1979 e 1989; e o insuperável Boston Celtics de Bill Russel, que venceu inacreditáveis 11 títulos - 8 consecutivos - em 12 finais disputadas entre 1957 e 1969.

Não fosse o Cleveland Cavaliers de LeBron James e o Toronto Raptors liderado por Kawhi Leonard, os Warriors poderiam ter repetido o feito de Michael Jordan com os Bulls. Mas mesmo as derrotas citadas não diminuem o fato de que Golden State já colocou seu nome na mesma estante de outras equipes lendárias.

+ GALERIA: Saiba aqui os times com mais títulos da NBA

A caminhada dos Warriors

A montagem do elenco que agora faz história em San Francisco tem o Draft da NBA - processo seletivo de calouros - como principal pano de fundo, o que torna tudo ainda mais impressionante. Stephen Curry foi a 7ª escolha em 2009; Klay Thompson foi o 11º selecionado em 2011; e Draymond Green saiu apenas na 35ª escolha em 2012.

Com o trio montado, os Warriors demoraram um pouco para engrenar, voltando aos playoffs após uma seca de cinco temporadas em 2012/13. A campanha terminou com derrota para o San Antonio Spurs nas semifinais do Oeste, mas deu início a uma caminhada impressionante. No ano seguinte, Curry, Green e Thompson voltaram aos playoffs, mas foram eliminados pelo Los Angeles Clippers na primeira rodada, por 4 a 3.

A partir de então o time emendou uma sequência de cinco finais seguidas, com três títulos e dois vices. As quatro primeiras finais testaram os Warriors contra um dos maiores jogadores de todos os tempos. LeBron James e os Cavaliers estiveram na decisão da liga de 2014 até 2017, com três anéis para Golden State e um para Cleveland.

O primeiro título, em 2014, coroou Andre Iguodala, outra peça importante da dinastia dos Warriors, como MVP (jogador mais valioso) das finais. Além disso, aquela equipe contava com Leandrinho Barbosa no elenco e levou o brasileiro ao seu primeiro título da NBA.

Depois de conquistar o primeiro título, os Warriors fortaleceram ainda mais seu elenco com outra super estrela da liga. Kevin Durant chegou a Golden State em uma reviravolta polêmica na liga. Muitos lamentaram a decisão de Durant, que havia sido eliminado pelos Warriors na temporada anterior nos playoffs, de se juntar a seus algozes. O fato é que Golden State seguiu seu caminho até as finais e ganhou mais dois títulos contra os Cavs, com Durant vencendo o prêmio de MVP das finais duas vezes.

Quando Durant foi embora, satisfeito com seus anéis e prêmios, e partiu para o Brooklyn Nets, os Warriors entraram em uma fase totalmente diferente. As lesões tiraram Klay Thompson das quadras por duas temporadas inteiras e Golden State sequer foi aos playoffs em 2019/20 e 2020/21. A dinastia parecia ter chegado ao fim.

Mas Curry, Green e Thompson tinham outros planos. Com o retorno do camisa 11, os Warriors mostraram que Kevin Durant foi um capítulo importante, mas não decisivo para o sucesso do time.

Stephen Curry assumiu as rédeas de protagonista de vez, liderou os Warriors ao título em uma série épica contra o Boston Celtics na final e conquistou seu tão sonhado prêmio de MVP das finais.

Os próximos anos devem ser os últimos de uma geração vitoriosa em San Francisco, mas o trio de Golden State parece ainda ter lenha para queimar e acrescentar mais vitórias ao já impressionante currículo. Soma-se a isso o crescimento de jovens talentos, como Jordan Poole, o retorno do pivô James Wiseman, segunda escolha do Draft em 2020 que se recupera de lesão, e os Warriors parecem vir ainda mais fortes para a próxima temporada.