Ruti Aga

A etíope Ruti Aga manteve a hegemonia do país na prova feminina na Maratona de Tóquio (Foto: Jiji Press/AFP)

LANCE!
03/03/2019
15:52
Tóquio (JAP)

Os etíopes Birhanu Legese e Ruti Aga venceram neste domingo a Maratona de Tóquio, uma das seis principais provas do calendário, em uma manhã de chuva na capital japonesa. Foi apenas a segunda vez nos 13 anos do evento que dois atletas do país fizeram uma dobradinha na cidade.

Legese completou os 42,195 km em 2h04m48s, o segundo melhor tempo já obtido no local. Já Aga, com 2h20m40s, fez o terceira marca mais rápida na corrida feminina. 

O pódio na disputa masculina foi completado pelos quenianos Bedan Karoki, com 2h06m48s, e Dickson Chumba, campeão no ano passado, com 2h08m44s.

– Estou muito feliz e quero agradecer a todo mundo da organização de Tóquio. O percurso é bom e se o clima estivesse melhor, com certeza eu poderia ter completado na casa 2 horas e 3 minutos e, de repente, até quebrado o recorde desta maratona – afirmou Legese.

No feminino, as etíopes Helen Tola, com 2h21m01s, e Shure Demise, com 2h21m05s, ficaram em segundo e terceiro lugar, respectivamente.

– As condições não foram favoráveis, o que acumulou muitas poças e grande quantidade de água no asfalto. Tive que saltar algumas poças para vencer, preciso aperfeiçoar os saltos para a próxima maratona – disse a campeã Aga, que no ano passado havia ficado com o vice-campeonato em Tóquio.

O resultado mostrou mais uma vez a força etíope na maratona, sobretudo no feminino. O país venceu seis das últimas oito edições do evento de Tóquio entre as mulheres.