Logo Lance! Betting

‘É melhor não correr’: Alonso reclama de formato sprint da Fórmula 1

Fernando Alonso destacou dificuldade no Grande Prêmio da China

Fernando-Alonso-scaled-aspect-ratio-512-320
Alonso é o piloto mais experiente do grid (Foto: Martin KEEP / AFP)

Escrito por

Fernando Alonso não poupou críticas ao formato de corridas sprint, implementado nos últimos anos na Fórmula 1, depois de sofrer no GP da China. 

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

Além de ser punido pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) com 10s e adição de 3 pontos na carteira por um incidente com Carlos Sainz, da Ferrari, o bicampeão também teve a corrida principal prejudicada pela falta de pneus duros, gastos durante as atividades de pista anteriores. Alonso precisou abandonar a disputa curta após o toque com o compatriota.

➡️ Popó ‘não acredita’ em Belfort e já cogita outro adversário

No GP da China, o piloto da Aston Martin largou em terceiro e logo saltou na frente de Sergio Pérez e assumiu o segundo lugar. Depois de resistir aos ataques do mexicano por algum tempo, perdeu rendimento, foi superado #11 da Red Bull na volta cinco e, dois giros mais tarde, foi Lando Norris, da McLaren, quem ultrapassou.

Tudo ficou mais difícil quando a equipe colocou pneus macios após a entrada do safety-car, na volta 24. Os pneus não renderam o esperado, e, além de não conseguir as ultrapassagens necessárias, o espanhol teve de fazer uma parada a mais que os rivais, voltando para a pista em 12º e tendo de remar tudo novamente para concluir em sétimo.

- Conseguir mais pneus será bom porque o TL1 é um jogo de quem pode correr menos e quem usa menos pneus. É uma pena para os fãs. E, depois, sobre a corrida sprint, se eles querem um show de ultrapassagens e não nos deixam correr, é melhor não correr - criticou o Alonso à revista americana Racer. 

- A melhor coisa seria não correr no sábado para manter um jogo de pneus para o domingo. Há poucos pontos em jogo e corremos o risco de sofrer penalidades, então talvez seja melhor não correr - continuou.

Apesar das dificuldades no circuito, Fernando Alonso considerou o Grande Prêmio da China ‘divertido’. 

- A verdade é que foi uma corrida muito boa para mim, eu me diverti muito. Ataquei no final, no último stint com os pneus mais novos, o que me deu a chance de fazer a volta mais rápida da corrida. Foi uma sensação boa - concluiu o astro da Aston Martin.

News do Lance!

Receba boletins diários no seu e-mail para ficar por dentro do que rola no mundo dos esportes e no seu time do coração!

backgroundNewsletter