Novos diretores de Esportes do COB

Ney Wilson e Kenji Saito são os novos diretores de Esporte do COB (Foto: Divulgação / COB)

Jonas Moura
24/03/2022
13:05
Rio de Janeiro (RJ)

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) anunciou nesta quinta-feira a contratação de Ney Wilson e Kenji Saito como novos diretores de Esportes da entidade. Os dois, ligados ao judô, assim como o presidente Paulo Wanderley, dividirão o posto que era ocupado por Jorge Bichara, demitido na última terça-feira, em decisão que gerou surpresa e críticas de atletas e pessoas do meio.

Ney Wilson, que tem currículo vitorioso à frente do judô brasileiro, ficará responsável pelo Alto Rendimento, enquanto Kenji Saito responderá pelo Desenvolvimento. Ambos trabalharam juntos na Confederação Brasileira de Judô (CBJ) e são nomes de confiança de Wanderley, que vinha encontrando a resistência de Bichara em decisões relacionadas à gestão do COB.

- Tenho profundo respeito e admiração pelos dois e considero que a sinergia será importante na missão de entregar resultados no ciclo Paris 2024 melhores do que em Tóquio 2020. Ambos trabalharão em parceria com atletas e as Confederações incessantemente para garantir a execução dos projetos - afirmou o presidente do COB, que vem sofrendo cobranças públicas de atletas sobre a demissão de Bichara, como Rebeca Andrade, Isaquias Queiroz, Arthur Nory, Martine Grael e Bernardinho, entre outros.

- A divisão de Esportes entre dois diretores vai ao encontro da proposta que temos adotado nos últimos anos, de divisão dos departamentos. Foi assim com as áreas Administrativa e Financeira e, mais recentemente, com Comunicação e Marketing. Tudo isso para atender ainda melhor o esporte brasileiro - completou o presidente.

Ney Wilson, de 63 anos, estava desde 2001 na CBJ, onde atuava como gestor de Alto Rendimento. Como dirigente do judô nacional, conquistou 14 medalhas em Jogos Olímpicos. Também é mestre em Educação Física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. O gestor inicia seu trabalho no COB no dia 11 de abril.

Kenji Saito, de 39 anos, assume o novo posto de imediato. Ele trabalha no COB desde 2018 e ocupava a posição de gerente-executivo de Desenvolvimento Esportivo.

Anteriormente, também havia trabalhado na CBJ e nos Comitês Organizadores dos Jogos Olímpicos Rio 2016 e Tóquio 2020. É mestre em Ciências do Esporte e Estudos Olímpicos pela Universidade de Tsukuba, no Japão. Ele será chefe de missão da delegação brasileira nos Jogos Sul-americanos da Juventude de Rosário, na Argentina, de 28 de abril a 8 de maio.

- Nós temos a certeza de que, com Ney e Kenji, a Diretoria de Esportes atuará de forma integrada e absolutamente focada na preparação das equipes brasileiras para as principais missões do ciclo Paris 2024 e no desenvolvimento de novos talentos. A gente só tem aumentado o repasse para as Confederações e o para os atletas, e isso jamais será alterado - disse Rogério Sampaio, diretor-geral do COB.