Tempestade de neve no Nepal deixa pelo menos oito mortos alpinistas e um desaparecido

Tempestade de neve no Nepal deixa pelo menos oito mortos alpinistas e um desaparecido (Foto: Reprodução)

LANCE!
13/10/2018
13:12
Himalaia (NEP)

Pelo menos oito alpinistas, quatro deles nascidos na Coreia do Sul e quatro guias de origem nepalesa, morreram em uma montanha do Himalaia, localizada no oeste do Nepal, após uma forte tempestade de neve destruir o acampamento onde estavam alojados. De acordo com a polícia local, os corpos foram encontrados entre os destroços e ainda há mais um alpinista da Coreia do Sul desaparecido.

O acidente ocorreu enquanto o grupo estava alojado no acampamento situado na base do monte Gurja, uma montanha de 7.913 metros, no pico do Himalaia, a espera de boas condições climáticas para seguirem com a escalada. A polícia de Myagdi informou que os oito corpos foram encontrados próximo ao local onde ficava o acampamento.


Nesta manhã, os sul-coreanos foram identificados como Jaehun Lee, Jin Rim, Young Jik Yoo, Joon Mo Jeong, e Chang Ho Kim, alpinista profissional e líder da expedição. Já os guias nepaleses encontrados nas operações de busca foram reconhecidos como Tsering Bhote, Lakpa Sangbu, Phurba Sherpa e Netra Chantyal.

À Agência Efe, a diretora do Departamento de Turismo, Meera Acharya, que também é responsável por conceder permissões para escalada, explicou que devido as condições meteorológicas instáveis o helicóptero não pôde aterrissar no local. Com isso, também deixa de ser possível determinar o momento em que ocorreu o acidente.

- Recebemos uma ligação na sexta-feira do acampamento Trekking Camp Nepal, a agência coordenou a expedição, informando que a equipe de escalada que estava no acampamento base tinha perdido o contato desde a noite de quinta-feira - declarou Meera Acharya.

Ainda de acordo com a diretora, grupos de resgate e moradores da região iniciaram a busca ainda nesta sexta-feira, mas não foi possível avançar, por conta de uma nova tempestade.

- A equipe viu um corpo caindo. O helicóptero também informou que corpos, barracas e alimentos estavam espalhados por todo o acampamento.

Neste sábado, uma equipe de resgate da polícia começou a escalar a montanha até o local onde estava o acampamento, que fica a 20 quilômetros da aldeia mais próxima. As autoridades descartam que uma avalanche ou deslizamento tenha provocado o acidente.

- O desastre aconteceu devido a uma forte tempestade de neve - afirmaram.