(Foto: Reprodução)

Bicampeã olímpica, Kayla Harrison estreou com vitória no Invicta FC (Foto: Dave Mandel/Invicta FC)

TATAME
21/11/2020
12:00
Kansas (EUA)

Bicampeã olímpica no Judô (2012, em Londres, e em 2016, no Rio de Janeiro), além de ser a atual campeã peso-leve da PFL (Professional Fighers League) em 2019, faturando US$ 1 milhão com o título no GP da categoria, Kayla Harrison fez na última sexta-feira (20) sua estreia no Invicta FC, organização que promove exclusivamente duelos femininos. Fazendo a luta principal da 43ª edição da companhia, a americana entrou em ação na divisão dos penas e, em combate diante de Courtney King, saiu com o triunfo por nocaute técnico no segundo round, mantendo sua invencibilidade no MMA, agora com oito vitórias, sendo três por nocaute e três por finalização, além de duas na decisão dos árbitros.

Com um jogo muito forte de quedas, justamente por ser oriunda do Judô, Harrison não demorou muito a conseguir colocar a luta no chão. A partir disso, Kayla passou a impor uma forte pressão sobre King, com uma sequência brutal de socos e cotoveladas no ground and pound, que deixaram o rosto da americana ensanguentado. Antes do fim do primeiro round, a bicampeã olímpica ainda tentou a finalização ao aplicar um armlock, mas Courtney mostrou uma boa defesa. No segundo assalto, Kayla Harrison ainda conseguiu derrubar sua oponente em outras duas oportunidades, chegando a abrir novamente um ferimento no rosto da compatriota com mais uma sequência de cotoveladas. Em posição de montada por parte de Kayla e com Courtney King recebendo muitos golpes, o árbitro central decidiu por interromper a luta, decretando Harrison vencedora por nocaute técnico.

Fazendo o co-main event da noite, a peso-mosca Stephanie Geltmacher também se destacou. Diante de Caitling Sammons, a americana foi claramente superior na luta em pé e conseguiu o nocaute sobre sua adversária ainda no primeiro round, após um cruzado de direita brutal, que levou Sammons a knockdown e, consequentemente, provocou a intervenção do árbitro central. Com isso, Geltmacher se recuperou da derrota sofrida em sua última luta e conquistou o quinto triunfo em sua carreira no MMA profissional.

O card do Invicta FC 43 contou ainda com duas boas finalizações aplicadas ainda no primeiro round. Hope Chase aplicou um mata-leão para finalizar Brittney Cloudy, enquanto Juliana Miller usou o Jiu-Jitsu e encaixou um justo armlock para forçar os três tapinhas de Alexa Culp.

RESULTADOS COMPLETOS:

Invicta FC 43
Kansas, nos Estados Unidos
Sexta-feira, 20 de novembro de 2020

Kayla Harrison derrotou Courtney King por nocaute técnico no 2R
Stephanie Geltmacher derrotou Caitlin Sammons por nocaute no 1R
Hope Chase finalizou Brittney Cloudy com um mata-leão no 1R
Meaghan Penning derrotou Alexa Culp por decisão unânime dos jurados
Juliana Miller finalizou Kendal Holowell com um armlock no 1R