Print - Capa Olé

Capa do Olé sobre o caso de racismo na partida entre Boca e Corinthians (Foto: Reprodução)

LANCE!
17/05/2022
22:33
Buenos Aires (ARG)

Antes de a bola rolar entre Boca Juniors e Corinthians na Bombonera, pela fase de grupos da Libertadores, um torcedor do time argentino foi flagrado fazendo gestos racistas em direção à torcida corintiana.

> GALERIA - Por onde andam os jogadores do Timão da final da Liberta 2012 contra o Boca na Bombonera

O "Olé", principal jornal esportivo da Argentina, classificou a atitude do torcedor como lamentável e preocupante.

Em sua matéria sobre o ocorrido na Bombonera, o diário argentino enfatizou que o clube xeneize pode sofrer sanções severas, já que a Conmebol, há menos de um mês, oficializou mudanças no Código Disciplinar com punições mais severas para casos de injúria racial em seus torneios.

> TABELA - Confira e simule os jogos do Timão na Libertadores

O "Olé" relembrou o caso de racismo no primeiro encontro entre Timão e Boca Juniors nesta Libertadores. Na Neo Química, Leonardo Ponzo foi flagrado imitando um macaco em direção à torcida corintiana. Ele foi retirado das arquibancadas e conduzido ao Departamento de Operações Policiais Estratégicas (DOPE).

O torcedor argentino foi enquadrado no crime de injúria racial, que é passível de pagamento de fiança para liberação. A pena do caso é de um a três anos de detenção. Ponzo pagou R$ 3 mil para ser solto, e retornou para a Argentina.