lance biz logo

Finanças

twitter logo
twitter logo
twitter logo
twitter logo

Cumprir tabela? Rodadas finais do Brasileirão têm premiações milionárias em disputa

Cada troca de posição pode significar milhões a mais ou a menos para os cofres dos clubes

gazeta-press-foto-1969576-scaled-aspect-ratio-512-320

Fluminense e São Paulo não têm grandes aspirações no Brasileirão (Foto: Thiago Ribeiro/AGIF/GazetaPress)

Lucas Pessôa - 23/11/2023 - 15:01

Lucas Pessôa - 23/11/2023 - 15:01

Chegou a época do Brasileirão que alguns clubes são obrigados a "cumprir tabela". Dois – América-MG e Coritiba – já estão virtualmente rebaixados, enquanto outros estão no meio da tabela, sem medo realista do Z4 nem esperança de chegar à Libertadores.

Há uma briga extensa por vagas na Sul-Americana, é verdade, mas Fluminense e São Paulo - já classificados para a Liberta de 2024 - são outros exemplos de times sem aspirações esportivas na reta final do Brasileirão.

➡️ Acompanhe os negócios no esporte em nosso novo canal. Siga o Lance! Biz no WhatsApp

Na sala de reuniões de cada clube, no entanto, o resultado destes jogos finais é importante. Há valores de premiação ainda a serem decididos e atribuídos. Cada troca de posição pode significar milhões a mais ou a menos para os cofres das instituições.

- Em termos esportivos, alguns clubes tendem a fazer uma fase final de campeonato de forma tranquila, sem muitas pretensões, mas há um outro aspecto que pode servir de motivação para os atletas, que é a premiação. Como ela tem uma variação considerável de acordo com a posição final, as equipes podem trabalhar em cima dessa questão, até mesmo visando um alívio para os cofres já pensando no planejamento da próxima temporada - explica Rogério Neves, CEO da Motbot, primeira plataforma brasileira de crowdfunding esportivo, ao Lance! Biz.

➡️ Projeção do Ranking da CBF de 2024: veja posição atualizada do seu clube

Premiações por posição no Brasileirão

A cada ano, parte das receitas dos direitos de transmissão do Brasileirão é repartida entre os clubes participantes, de acordo com a posição final na tabela. O campeão recebe a maior fatia (10%), o vice ganha um pouco menos e assim por diante. Os quatro rebaixados ficam sem nada.

Como ainda não há informações sobre o montante total a ser dividido, não dá para saber o valor de premiação exato para cada posição. Ainda assim, é possível ter uma noção ao usarmos os números do ano passado (veja a tabela abaixo).

Considere o caso do Cuiabá como exemplo. De acordo com a UFMG, o Dourado tem 99% de chance de se classificar à Sul-Americana - ou seja, de terminar Brasileirão entre a sétima e a 14ª posição.

➡️ O tamanho do prejuízo: como rebaixamento à Série B pode impactar finanças dos clubes brasileiros?

Em 2022, a diferença entre estes dois lugares foi de R$ 15,3 milhões. Pode não parecer muito, mas estes valores podem fazer uma grande diferença para clubes de pequeno e médio porte.

Não há troféu nem glória para o 10º colocado do Brasileirão. As premiações milionárias, no entanto, são motivações para os clubes buscarem o maior número de pontos possíveis nas últimas rodadas.

➡️ Confira a tabela atualizada do Brasileirão 2023

Taça / Troféu do Campeonato Brasileiro / Brasileirão - pausa Data Fifa Palmeiras Botafogo

Rodadas finais do Brasileirão têm premiações milionárias em disputa (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Compartilhetwitter logofacebook logowhatsapp logo
share logo

Mais lidas no L!Biz