Grêmio x Fluminense

LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Futebol Latino
14/05/2019
19:01
Porto Alegre (RS)

O Grêmio foi denunciado na tarde dessa terça-feira (14) pela Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) em função do caso de ofensas raciais envolvendo torcedores do Imortal e o atacante equatoriano Yony González, do Fluminense.

O caso ocorreu na partida onde o time carioca venceu de virada o Tricolor por 5 a 4 no último dia 5 de maio pela terceira rodada do Brasileirão. Quando o avante comemorava o quinto gol do Fluminense, imagens feitas pela TV Flu flagraram alguns gremistas gritando "macaco" em direção ao atleta.

Com a denúncia que se encaixa no artigo 243-G do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), a pena que será estabelecida em julgamento previsto para ocorrer na próxima sexta-feira (17) na Quinta Comissão do Tribunal, localizada no Rio de Janeiro, pode variar de R$ 100 até R$ 100 mil. Com o adendo de que os responsáveis pela injúria sejam proibidos terminantemente de frequentar todo e qualquer estádio de futebol.

A própria cúpula do Tricolor tomou medidas para encontrar os responsáveis pelos atos via investigação interna avaliando as imagens do circuito interno de câmeras na Arena.

Como o setor em que teriam surgido as ofensas não possui controle de acesso via biometria, algo que ocorre em diversos outros setores do estádio gremista, a identificação precisou ser visual e o clube garante ter identificado três pessoas responsáveis pelo ato de injúria direcionado a Yony.