Cuca e Diego Aguirre

Treinadores de Santos e São Paulo estão confiantes com o desempenho de suas equipes (Fotos: Ivan Storti/Santos e Bruno Riganti/AGIF)

Gabriel Brino e Yago Rudá
16/09/2018
12:51
São Paulo (SP)

Rivais históricos, Santos e São Paulo entram no gramado da Vila Belmiro na tarde (16h) deste domingo com a expectativa de realizarem um grande espetáculo aos torcedores que, com antecedência, esgotaram os ingressos. Embalado na temporada após a chegada do técnico Cuca, o Peixe conta com o fator casa para derrotar o Tricolor, que briga para retomar a liderança do Brasileirão e trata o San-São como uma final.

Embora vivam realidades distintas na na tabela de classificação, Santos e São Paulo estão em uma boa fase. O time da Vila Belmiro, que chegou a flertar com a zona de rebaixamento, teve forças para se recuperar no meio da competição (13 pontos ganhos nos últimos 15 disputados) e agora briga por uma vaga no grupo dos que vão para a Copa Libertadores do ano que vem.

- Quando o juiz apitar, nossa mente zera e pensamos só no jogo. Estou bem ansioso para a partida. Um grande jogo assim, às 16 horas de um domingo, com a Vila lotada, ainda sendo meu primeiro clássico que jogarei aqui, com a minha família assistindo, tem tudo para ser um domingo especial. Temos que aproveitar essa maré boa e somar o maior número de pontos possíveis - revelou o lateral Dodô, um dos pilares do Alvinegro praiano durante essa mudança de postura da equipe.

Por sua vez, o São Paulo entrará no gramado da Vila sob a condição de vice-líder do Campeonato Brasileiro, com uma campanha praticamente idêntica a do Internacional. Desfalcados de Bruno Peres na lateral-direita, os tricolores devem mandar uma equipe mais defensiva a campo, mas sem deixar de manter o alto nível de intensidade.

Na visão do técnico Diego Aguirre, o time precisa manter a postura aguerrida demonstrada nas últimas rodadas. Afinal, o São Paulo apenas não é o líder da competição por conta um gol a menos de saldo do que os gaúchos (18 contra 17), e embora tenha feito apenas 4 pontos nas últimas três rodadas, segue sendo uma das principais forças do país neste momento da temporada.

- Vamos nos preparar para um jogo espetacular. Focar 100% para o que temos de fazer dentro de campo e tentar vencer o Santos, com todas as dificuldades que vamos ter. A nossa convicção e a nossa determinação tem que ser a mesma quando jogamos em casa - pontuou o comandante do São Paulo.