Fluminense x Botafogo - Willian

Willian marcou o primeiro gol do Fluminense e dele desde que chegou às Laranjeiras (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)

Luiza Sá
10/02/2022
22:10
Rio de Janeiro (RJ)

Demorou, mas o Fluminense reagiu no segundo tempo, foi arrasador e deixou o Botafogo perdido, conquistando a virada por 2 a 1 na noite desta quinta-feira, no Estádio Nilton Santos. Em clássico válido pela quinta rodada do Campeonato Carioca, o Alvinegro saiu na frente com Kanu, mas Willian e Luccas Claro garantiram a quarta vitória do Tricolor na competição.

>>> Veja a tabela de classificação do Campeonato Carioca

Com o resultado, o Fluminense assume a segunda colocação do Cariocão, com 12 pontos, um a menos que o Vasco, atual líder. Já o Botafogo fica em terceiro, com 10. Na sexta rodada, o Tricolor terá a Portuguesa pela frente, às 16h, também no Estádio Nilton Santos. Já o Alvinegro viaja ao Maranhão para, às 20h do mesmo dia, enfrentar o Vasco.

Ainda não é assinante do Cariocão-2022? Acesse www.cariocaoplay.com.br, preencha o cadastro e ganhe 5% de desconto com o cupom especial do LANCE!: GE-JK-FF-ZSW

FOGÃO NA FRENTE

O jogo começou bem estudado entre as equipes. Enquanto o Fluminense precisava propor o jogo, mas tinha enorme dificuldade, o Botafogo tentava aproveitar os contra-ataques para chegar com mais perigo. Willian e Diego Gonçalves chegaram a soltar dois bons chutes, mas não balançaram a rede. Aos 21 minutos, porém, a figura mudou. Logo depois da parada técnica, Kanu chegou com velocidade e subiu entre Fred e Felipe Melo após cobrança de escanteio. O zagueiro cabeceou e marcou seu segundo gol seguido pelo Alvinegro.

TRICOLOR COM DIFICULDADES

Uma das grandes chances do Flu foi apenas aos 40 minutos, quando Willian obrigou Gatito a fazer a defesa. Com mais posse de bola e finalizando mais, o time de Abel Braga apareceu mal no ataque. Desorganizado e previsível, coube aos defensores armarem as jogadas com lançamentos, já que o treinador novamente optou por não jogar com um meia. Os laterais tomaram decisões erradas e Samuel Xavier acabou vaiado pela torcida. Priorizando sair na transição e velocidade, o Botafogo teve problemas com os meias, que prenderam demais a bola.

VALEU A PRESSÃO

O Fluminense voltou do intervalo com Jhon Arias e Germán Cano para a segunda etapa e rapidamente viu o efeito. Fred e Samuel Xavier deixaram o campo. Pressionando desde o início, o Tricolor sufocou o rival e chegou ao empate aos oito minutos. David Braz dividiu com Carli no alto, a bola bateu em Nino e sobrou para Willian Bigode só completar, fazendo o primeiro dele pelo Flu. Vale destacar um cartão amarelo para Barreto, do Alvinegro, que entrou forte em Arias e correu risco do vermelho.

CLARO QUE É ELE

O jogo mudou completamente de cenário. O Fluminense ganhou mais confiança, enquanto o Botafogo tentava retomar o ritmo sem muito sucesso. David Braz precisou ser substituído após sentir, dando vaga a Luccas Claro, que logo se mostrou decisivo. Apenas três minutos depois de ter entrado, aos 18, o zagueiro aproveitou o vacilo de Kanu para cabecear com tranquilidade, sozinho, virando a clássico para o Fluminense.

RECLAMAÇÃO E EXPULSÃO

Os últimos minutos foram de um Botafogo desesperado por um gol e que tentava ter nas mudanças o mesmo efeito que o Fluminense teve, mas sem sucesso. O Tricolor, por outro lado, seguiu controlando o jogo e foi melhor em todos os setores do campo. Já nos minutos finais, o Alvinegro reclamou muito de um pênalti e Enderson Moreira acabou expulso no bate boca com o árbitro. Germán Cano ainda perdeu um gol na cara nos acréscimos.

PREOCUPANTE

Vitinho, do Botafogo, caiu sentindo muitas dores, aparentemente no joelho. Ele precisou sair de campo carregado já nos minutos finais.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 2X1 BOTAFOGO

Data/Hora:
10/02/2022, às 20h
Local: Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Carlos Henrique Alves de Lima Filho
VAR: Rodrigo Nunes de Sá

Gols: Kanu (21'/1ºT) (0-1), Willian (8'/2ºT) (1-1), Luccas Claro (18'/2ºT) (2-1)
Cartões amarelos: David Braz, Nino, Felipe Melo (FLU), Hugo, Fabinho, Luiz Fernando, Barreto, Matheus Nascimento, Joel Carli (BOT)
Cartões vermelhos: Enderson Moreira (BOT)

FLUMINENSE (Técnico: Abel Braga)
Marcos Felipe; Nino, Felipe Melo e David Braz (Luccas Claro - 15'/2ºT); Samuel Xavier (Arias - intervalo), André, Yago Felipe e Cristiano; Willian (Caio Paulista - 41'/2ºT), Luiz Henrique (Martinelli - 37'/2ºT) e Fred (Cano - intervalo).

BOTAFOGO (Técnico: Enderson Moreira)
Gatito Fernández; Daniel Borges, Joel Carli, Kanu, Hugo (Jonathan Silva - 20'/2ºT); Fabinho, Barrreto; Luiz Fernando, Diego Gonçalves; Erison e Matheus Nascimento (Gabriel Conceição - 36'/2ºT).