Futebol Latino
05/08/2022
21:24
Ponta Grossa (PR)

Nesta sexta-feira (5), o Vila Nova empatou, em 1 a 1, com o Ituano. Os times se enfrentaram pela 22ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, no Serra Dourada. Gabriel Barros fez para o time paulista, mas Neto Pessoa deixou tudo igual para os mandantes.

Ituano x Vila Nova
Vila Nova buscou empate na partida (Foto: Reprodução/Vila Nova)

PRESSÃO!

O Ituano foi superior e conseguiu criar as melhores chances. Enquanto isso, o Vila Nova apareceu apenas com um chute de Romário e uma falta de Arthur Rezende, que passaram perto da trave. Os paulistas assustaram com Aylon e Gabriel Barros. O gol quase saiu de Aylon, que ajeitou de calcanhar para Bruno Lopes, que chutou da entrada da área e tirou tinta da trave.

MOVIMENTAÇÃO!

O Ituano voltou com tudo e marcou aos 12 da segunda etapa. Gabriel Barros aproveitou uma falha de Rafael Donato, que caiu duas vezes. O atacante do Galo aproveitou e soltou uma bomba para marcar o gol.

Aos 23, o meia Wagner cabeceou após cobrança de escanteio. A arbitragem marcou pênalti por toque de mão de Gerson Magrão. Neto Pessoa bateu, mas Filipe defendeu. O atacante do Vila aproveitou o rebote e deixou tudo igual.

FICHA TÉCNICA
Vila Nova 1 x 1 Ituano

Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data e hora: 05/08/2022 - 19h (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo José Pereira de Lima
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos e Francisco Chaves Bezerra Junior
Cartões amarelos: Romário, Jean, Arthur Rezende, Wagner e Matheuzinho (Ituano); Aylon (Vila Nova)
Cartões vermelhos: -

GOLS: Gabriel Barros, aos 12’/2°T (1-0); Neto Pessoa, aos 26’/2°T (1-1)

VILA NOVA (Técnico: Allan Aal)

Tony; Pedro Bambu (Railan, aos 0‘/2°T), Rafael Donato, Alisson Cassiano e Willian Formiga; Ralf, Romário (Jean, aos 18‘/2°T) e Arthur Rezende (Wagner, aos 18‘/2°T); Pablo Dyego (Marlone, aos 32’/2°T), Neto Pessoa e Matheus Souza (Matheuzinho, aos 0‘/2°T).

ITUANO (Técnico: Carlos Pimentel)

Filipe; Kaio, Lucas Dias, Bernardo Schappo e Mário Sérgio; Rafael Pereira (Gerson Magrão, aos 9’/2°T), Caíque (Jiménez, aos 31‘/2°T) e Lucas Siqueira; Aylon (Chrigor, aos 44‘/2°T), Bruno Lopes (Vinicius Jaú, aos 9‘/2°T) e Gabriel Barros (João Victor, aos 31’/2°T).