Fifa e CBF

Entidades anunciaram retomada de fundo para investimento no esporte e na comunidade brasileira. (Foto: Divulgação)

LANCE!
28/01/2019
15:47
Rio de Janeiro (RJ)

 A FIFA e a CBF anunciaram nesta segunda-feira a retomada do Fundo de Legado da Copa do Mundo de 2014, um programa de quatro anos com investimento total de U$ 100 milhões. Uma parcela de U$ 25 milhões (R$ 94,6 milhões), já foi depositada na conta da entidade Brasileira para as ações propostas para 2019. A quantia se soma a outros 9 milhões de dólares (cerca de R$ 33 milhões) enviada entre 2014 e 2015.

O presidente da CBF, Rogério Caboclo, destaca que as capitais brasileiras que não foram sedes da Copa de 2014 terão prioridade no recebimento dos investimentos.

– Estamos felizes com o avanço do Legado, que nos permitirá investimentos importantes no fomento ao futebol brasileiro. Nossas prioridades iniciais são a construção dos centros de treinamento nas capitais que não receberam partidas da Copa do Mundo, investimentos no futebol de base e feminino, bem como projetos nas áreas de medicina esportiva e responsabilidade social – disse.

O secretário-geral adjunto da FIFA para o Futebol, Zvonimir Boban, falou sobre a intenção de promover um impacto duradouro na vida dos brasileiros:

- A FIFA está satisfeita por termos acordado uma estrutura e um programa aprimorados, que não apenas cumprem os compromissos assumidos com o Brasil por ter sediado uma Copa do Mundo espetacular, mas também têm como objetivo um impacto duradouro na vida de muitas pessoas e comunidades em todo o país.

Em nota oficial, a CBF noticia que o relatório financeiro e auditoria da execução dos investimentos serão regidos pelo contrato acordado e pelos regulamentos do Programa Forward da Fifa. A entidade ainda contratará uma auditoria específica, além da geral feita pela Fifa, que acompanhará a execução dos projetos.