Arsène Wenger - Huddersfield x Arsenal

Arsene Wenger é uma das principais figuras da história do Arsenal (Foto: Adrian Dennis / AFP)

LANCE!
13/10/2020
08:48
Londres (ING)

O ex-técnico do Arsenal, Arsene Wenger, contou em sua próxima biografia nomeada “Minha vida em vermelho e branco” que recusou dois convites para ser treinador do Real Madrid e seguir no clube inglês. O francês também se declarou ao clube merengue em alguns trechos do livro, mas afirmou que tinha dado sua palavra aos dirigentes dos Gunners.

- É terrível recusar o clube que você era quando criança, o Real Madrid, mas eu tinha uma missão com o Arsenal, um contrato a cumprir e tinha dado minha palavra de honra. Eu amava o Real Madrid desde criança, pensava que era o mais forte, o mais belo e o mais impressionante clube de futebol.

O livro começa a ser vendido nesta sexta-feira na Europa e mais detalhes devem ser conhecidos nos próximos dias. Em uma antiga entrevista, Wenger já tinha dito que uma das propostas aconteceu em 2009 e que lhe foi oferecido cinco anos de contrato, mas que não saiu, pois o Arsenal vivia momentos delicados.