2012 - Vicente del Bosque (seleção da Espanha)

Vicente Del Bosque comandou a seleção espanhola campeã do mundo em 2010, na África do Sul (Foto: PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP)

LANCE!
11/07/2020
11:16
Madri (ESP)

Em 2020, o memorável título da Espanha no mundial da África do Sul completa 10 anos. Com isso, o craque Ronaldo Fenômeno organizou com a World Football Summit uma videoconferência com nomes marcantes daquela geração. Durante a transmissão, o técnico campeão, Vicente Del Bosque, afirmou que a geração de 2010 não irá se repetir, mas que o país tem muitos talentos e que deve confiar no potencial deles. 

Além de Del Bosque, participaram da transmissão, ex-jogadores como Hierro, David Villa e Juan Mata. Vale lembrar, que o zagueiro não fez parte daquela seleção campeã do mundo, mas é uma das figuras mais marcantes da história do futebol espanhol. 

- Não vamos ter mais Villas, Iniestas... Mas teremos grandes jogadores. Temos futebolistas espanhóis que estão saindo para o exterior, rompendo um grande complexo que tínhamos antes. Temos gente muito bem preparada que não deve a ninguém - comentou Del Bosque.

Centroavante e artilheiro daquela seleção, o recém-aposentado, David Villa, reforçou a ideia do seu ex-treinador e disse que seria um erro procurar novos jogadores com a qualidade de Xavi, Iniesta e cia. Para ele, a fúria tem bons nomes e se forem trabalhados podem gerar um bom gripo para 2022.

- Penso que, no presente e no futuro, cometeríamos um erro ao procurar um novo Xavi, Iniesta, Puyol... Temos jogadores muito bons, diferentes, mas que nos permitirão ter uma ótima seleção. Vamos trabalhar o potencial sem pensar em copiar outros jogadores. Parece arrogante, mas eu vivi e é difícil repetir - disse Villa.