Uruguai x Colômbia

Uruguaios e colombianos não saíram do placar zerado no Gran Parque Central (Foto: Divulgação/Colômbia)

Futebol Latino
07/10/2021
21:54
Montevidéu (URU)

Na noite desta quinta-feira (7), o Uruguai recebeu a Colômbia em partida válida pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022. Apesar de toda a pressão inicial por parte dos mandantes, uruguaios e colombianos não saíram do 0 a 0. Com o resultado, a seleção celeste se mantém dentro da zona de classificação direta ao Mundial, enquanto que os Cafeteros assumiram, provisoriamente, a 4ª colocação, mas ainda dependem do resultado do duelo entre Equador e Bolívia.

Agora, as duas seleções voltam a campo no próximo domingo (10). Às 18h, a Colômbia recebe o Brasil. Por outro lado, às 20h30, o Uruguai viaja para enfrentar a Argentina. Ambas as partidas são válidas pela 5ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Pressão total
O começo do jogo no Gran Parque Central foi todo do Uruguai. Com as linhas de marcação altas, os donos da casa encurralaram a Colômbia, que mal conseguiu pisar de forma efetiva no seu campo de ataque.

De cabeça, Godín parou em Ospina. Logo depois, Suárez tentou chute colocado no ângulo esquerdo do goleiro colombiano, que voou para encaixar. El Pistolero teve mais uma oportunidade e, livre dentro da área, tentou bater chapado no canto e acabou mandando para fora.

Não valeu!
Depois dos 15 minutos iniciais, o Uruguai abaixou um pouco suas linhas, mas seguiu como protagonista do jogo. De falta, Valverde fez Ospina bater roupa no momento da defesa, mas o goleiro contou com Barrios, que apareceu rápido no rebote para cortar.

Aos 21, Suárez conseguiu ir às redes na sua terceira tentativa na partida. Viña cruzou na cabeça do centroavante, que só completou para o gol. Entretanto, o lance foi anulado pelo bandeira, que pegou impedimento. Mais tarde, Arrascaeta tentou chute de dentro da área, mas mandou para fora.

Faltas tomam conta do jogo
Depois de 30 minutos de muita emoção e pressão pelo lado uruguaio, o ritmo do confronto caiu, com a Colômbia administrando a posse de bola e esfriando as ações.

Além disso, as faltas que já estavam sendo duras se acentuaram mais ainda, e a pressão sobre o árbitro aumentou ainda mais. Uma das principais peças do Uruguai, Arrascaeta deixou o campo ainda antes do intervalo, em decorrência de uma lesão muscular.

Muitos erros
A volta para o segundo tempo mostrou duas equipes afobadas no momento de criação das suas jogadas. Apostando nos lances em velocidade e se aproveitando do novo fôlego no ataque com Cavani e Darwin Núñez, o Uruguai abusou dos erros nos passes finais antes da conclusão do lance.

Em contrapartida, a Colômbia não conseguiu construir as suas ações e fez a transição ofensiva de maneira lenta, deixando seus atacantes sem muitas chances de finalizar.

Aí não, Zapata! Aí sim, Muslera!
​Truncado, o confronto se estendeu em sua fase intermediária na segunda etapa sem muitas emoções. Pelo lado uruguaio, ficou a reclamação de um possível pênalti de Mina em De La Cruz após choque na área.

Com a penalidade não assinalada, a Colômbia puxou o contra-ataque. Ronald Araújo falhou e perdeu para Luis Díaz. O colombiano invadiu a área e rolou para Zapata. O atacante teve o gol livre para finalizar, mas tocou em direção a Muslera, que saltou e evitou o tento dos visitantes.

No mais, o confronto se estendeu de forma burocrática até o seu final, com ambas as seleções criando suas principais chegadas através da bola aérea, mas sem grandes ações dos goleiros. Desse modo, o jogo se encerrou em 0 a 0 no Gran Parque Central.

FICHA TÉCNICA
URUGUAI 0 X 0 COLÔMBIA
​​​Local
: Gran Parque Central, em Montevidéu (URU)
Data/Horário: 07 de outubro de 2021 (quinta-feira), às 20h
Árbitro: Jesus Valenzuela (VEN)
Assistentes: Tulio Moreno (VEN) e Lubin Torrealba (VEN)
Cartões amarelos: Bentancur (Uruguai), Uribe, Cuadrado, Mojica (Colômbia)

URUGUAI: Muslera; Nández, Godín, Giménez (Ronald Araújo, aos 14'/2°T) e Viña; Vecino, Bentancur (Pereiro, aos 31'/2°T), Valverde e Arrascaeta (De La Cruz, aos 44'/1°T); Luis Suárez (Cavani, aos 0'/2°T) e Brian Rodríguez (Darwin Núñez, aos 0'/2°T). Técnico: Óscar Tabárez.

COLÔMBIA: Ospina; Medina, Mina, Cuesta e Mojica; Barrios, Uribe (Lerma, aos 12'/2°T), Cuadrado (Quintero, aos 34'/2°T) e Luis Díaz; Borré (Roger Martínez, aos 12'/2°T) e Falcao Garcia (Zapata, aos 12'/2°T). Técnico: Reinaldo Rueda.