Romelu Lukaku - Chelsea

Lukaku marcou os dois gols do Chelsea no empate (Foto: GLYN KIRK / AFP)

LANCE!
07/05/2022
13:18
Londres (ING)

Sob os olhares atentos do novo dono, Todd Boehly, o Chelsea levou um banho de água fria neste sábado, em Stamford Bridge. Após abrir 2 a 0, com dois gols de Romelu Lukaku, o clube londrino sofreu o empate do Wolverhampton aos 52 minutos do segundo tempo. Trincão e Coady marcaram para os visitantes, em duelo válido pela 35ª rodada da Premier League.

+ Vidal quer vaga em clube brasileiro, Barcelona visa craque português… O Dia do Mercado!

VAGA ENCAMINHADA, MAS...
Com o resultado, o Chelsea chegou aos 67 pontos e perdeu a chance de ficar em situação confortável na briga por vaga na próxima Champions League. Os Blues se mantêm na terceira posição, mas pode ver a vantagem para o quinto colocado Tottenham cair para apenas três pontos até o fim da rodada. O Wolverhampton, por sua vez, fica em oitavo, com 50 pontos.

+ Briga por título, Champions e mais: simules os resultados do Inglês

PRESSÃO AZUL E GOL ANULADO
A tônica do primeiro tempo foi um Chelsea dominante e buscando abrir o placar. Com 70% de posse de bolo, o time comandado por Thomas Tuchel levou perigo e chegou a balançar as redes com Loftus-Cheek, aos 39 minutos. O gol, no entanto, foi anulado por impedimento após consulta do VAR.

LUKAKU: DOIS GOLS EM DOIS MINUTOS
Na etapa final, o Chelsea não demorou muito para abrir vantagem no placar. Aos 10 minutos, Lukaku sofreu pênalti e ele mesmo converteu para quebrar o jejum de quatro meses sem marcar na Premier League e colocar os Blues na frente. Logo em seguida, o belga recebeu passe de Pulisic e finalizou de fora da área para marcar o segundo do clube londrino.

WOLVES BUSCAM EMPATE HEROICO
Quando a situação parecia confortável e tranquila para o Chelsea, o Wolverhampton reagiu de forma impressionante. Primeiro, aos 34 minutos, Trincão aproveitou os espaços na defesa e marcou um belo gol de fora da área. Após período de pressão, o gol de empate veio no último lance da partida, aos 52', com cabeceio do zagueiro Coady.