Diego Simeone

Simeone disse que foi preciso colhão para colocar Diego Costa e Koke, mesmo não estando 100% (Foto: Reprodução)

LANCE!
21/02/2019
09:42
Madri (ESP)

O Atleti venceu a Juventus por 2 a 0, pelas oitavas da Liga dos Campeões, mas, antes de abrir o placar, o VAR já tinha revertido um pênalti marcado pelo juiz e um gol também já tinha sido anulado para o Atlético de Madrid. Quando Giménez marcou o primeiro gol, Simeone extravasou: segurou as partes íntimas ao celebrar com a torcida. A comemoração estilo "colhões" (veja no vídeo abaixo) foi uma espécie de desabafo, mas não passou despercebida. Após a partida, o treinador argentino se desculpou e explicou o fato.

- Eu fiz como jogador da Lazio contra o Bologna e fiz hoje de novo para mostrar aos nossos torcedores que nós temos colhões. Não estava desmerecendo o adversário, fiz para nossos torcedores. Não é um gesto bonito, eu admito, mas eu senti a necessidade de fazer - disse o argentino

Simeone também disse que arriscou ao colocar Diego Costa e Koke, que se recuperavam de lesão e não estavam 100%, e que para fazer isso é preciso coragem. Por fim, se desculpou pelo gesto, mas disse que foi "feito de coração".

- Foi um jogo muito difícil. Nós lutamos muito e Diego Costa trabalhou muito forte quando não estava 100% em forma. Para botar Diego Costa e Koke depois de tanto tempo, você precisa ter colhão. Eu tinha que mostrar o que estava sentido. Peço desculpa para quem se ofendeu, mas eu fiz de coração - finalizou