taça da Premier League 2021

Clubes impediram convocação de jogadores (Foto: AFP)

LANCE!
24/08/2021
15:42
Londres (ING)

A Premier League definiu, nesta terça-feira, que não irá liberar jogadores convocados para países da 'lista vermelha' do Reino Unido. Ou seja, atletas de seleções que são considerados de risco em relação à pandemia da Covid-19 não poderão representar suas nações na próxima Data-Fifa, em setembro. A medida afetará 60 jogadores de 19 equipes da liga.

+ Tabela das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022


Segundo Richard Masters, CEO da Premier League, a medida imposta pela liga tem o apoio de todos os 20 clubes do campeonato. A escolha foi feita para seguir um protocolo de saúde do governo do Reino Unido.

- Os clubes da Premier League sempre apoiaram o desejo de seus jogadores de representar seus países - isso é um orgulho para todos os envolvidos. No entanto, os clubes relutantemente, mas corretamente, chegaram à conclusão de que seria totalmente irracional dispensar jogadores sob essas novas circunstâncias - disse.

Richard Masters adiciona em sua fala que a medida prioriza a saúde dos jogadores e a sua preparação física.

- Os requisitos de quarentena significam que o bem-estar e a preparação física dos jogadores serão significativamente afetados - adicionou o CEO da Premier League.

Segundo a 'lista vermelha' do Reino Unido, o Brasil também é considerado um país de alto risco para a Covid-19 e, por isso, a Seleção Brasileira perderá nove dos convocados por Tite para as partidas das Eliminatórias contra Chile, Argentina e Peru.

+ Veja os convocados por Tite para a disputa das Eliminatórias Sul-Americanas

DESFALQUES DO BRASIL
Chelsea: Thiago Silva
Everton: Richarlison
Leeds: Raphinha
Liverpool: Alisson, Fabinho e Roberto Firmino
Manchester City: Ederson e Gabriel Jesus
Manchester United: Fred


LIGA ESPANHOLA SEGUE O MESMO CAMINHO
Após o anúncio por parte da Premier League, que organiza o futebol inglês, a La Liga, entidade responsável pelo Campeonato Espanhol, seguiu o mesmo caminho e também informou que seus clubes não terão de liberar atletas convocados.

- A LaLiga apoiará em todas os âmbitos a decisão dos clubes espanhóis de não liberar seus jogadores selecionáveis para a convocação da Conmebol e tomará as medidas legais pertinentes contra esta decisão que afeta a integridade da competição - disse a liga espanhola.

Neste caso, a Seleção Brasileira, que já tinha nove desfalques por parte dos clubes ingleses, passa a ter agora mais dois jogadores indisponíveis: Eder Militão e Casemiro, ambos do Real Madrid.