Neymar - PSG x Guingamp

Neymar definiu a lesão pré-Copa do Mundo como a "mais delicada da carreira" (Foto: AFP)

LANCE!
21/01/2019
09:43
Paris (FRA)

Neymar falou sobre sua adaptação no futebol francês e ressaltou a dificuldade em se acostumar com Paris. Além disso, revelou como é a sua relação com o treinador do PSG, Thomas Tuchel e afirmou que "por ele" vai fazer o possível para ganhar competições e partidas. Por fim, analisou o mercado de transferências, principalmente, as especulações que ligam o seu futuro ao do Real Madrid. O craque brasileiro concedeu uma entrevista ao "Canal +". Confira os melhores momentos.

Real Madrid: "Sempre falam que vou deixar os clubes"
- (risos) Sempre tem especulação com meu nome. Desde que virei jogador profissional, sempre falam que vou deixar outros clubes, mas nada muito concreto. Quando tiver algo mais certo, falarei com todos. Eu tenho isso muito claro


Thomas Tuchel: "Por ele, farei o possível para ganhar"
- É amistosa (relação), ao mesmo tempo, tem muito respeito mútuo. Eu o respeito como treinador, porém quando tem que falar com sinceridade, ele fala. Desde a primeira vez que conversamos, desenvolvi muito afeto com ele. Quando tem tanta confiança com seu treinador, você dá a vida em campo. Por ele, farei o possível para ganhar

Neymar e Thomas Tuchel - PSG x Liverpool
Neymar destaca boa relação com Tuchel (Foto: Franck Fife / AFP)

A lesão "mais delicada da carreira"
- Tive alguns problemas, algumas lesões. Fiquei fora quase três meses, talvez por isso, agora, pareça mais feliz. Mas também fui feliz quando cheguei. Tanto o clube quanto a torcida me receberam muito bem. Mais tarde, sofri uma lesão, a mais delicada de minha carreira, porém, me recuperei logo e agora estou bem.

Adaptação na França: "Agora me sinto em casa"
- A adaptação foi mais fácil do que eu esperava, é uma liga que se parece muito com a espanhola. A cidade me custou um pouco mais, sofri um pouco no clube. Mas agora me sinto em casa