Argentina x Chile - Messi

O craque argentino foi expulso aos 36 minutos do primeiro tempo (Foto: Nelson ALMEIDA / AFP)

Thiago Ferri e Yago Rudá 
06/07/2019
18:47
São Paulo (SP)

Principal astro do futebol argentino, Lionel Messi não apareceu na cerimônia de premiação do terceiro lugar. Após o fim do duelo contra o Chile, vencido pela Alviceleste, por 2 a 1, o camisa 10 - que havia sido expulso ainda no primeiro tempo - não voltou ao campo para receber a medalha de bronze da Copa América. Em sua ausência, Di Maria desempenhou o papel de capitão e recebeu o troféu.

A cena chamou a atenção já que era esperada a presença do capitão Messi no gramado da Arena Corinthians após o triunfo argentino na capital paulista. A AFA (Associação de Futebol Argentino) não informou o motivo da decisão do atleta, que estava no estádio durante a entrega das medalhas, mas não quis receber a sua. 

Sem o astro, os jogadores receberam a medalha bronzeada e posaram para uma foto. Di Maria ergueu um troféu oferecido pela organização e, sem festa alguma, os hermanos se encaminharam ao vestiário. Minutos antes, a delegação chilena havia recebido as medalhas de cobre pelo quarto lugar.

Vale lembrar que o relação entre Lionel Messi e a Conmebol não é das mais saudáveis. Na semifinal, contra o Brasil, o craque criticou publicamente a entidade que organiza as principais competições de futebol na América do Sul.

- Espero que a Conmebol faça algo, embora creia que não faça nada, porque o Brasil controla tudo, é muito complicado - falou o camisa 10 na ocasião.