Liverpool x Everton

Richarlison esteve apagado no jogo e não teve muitas chances de gol (Foto: Oli SCARFF/AFP)

LANCE!
02/12/2018
16:19
Liverpool (ING)

Precisando da vitória para não se distanciar do líder Manchester City, o Liverpool recebeu o Everton neste domingo no Anfield. A equipe de Jurgen Klopp martelou durante todo o jogo e foi recompensada ao final da partida com um gol inusitado de Origi aos 51 minutos do segundo tempo. Com o resultado de 1 a 0, os Reds mantiveram a diferença de dois pontos para o líder Manchester City.

Assim como os últimos clássicos envolvendo as duas equipes, a partida começou bastante movimentada, com chances claras para os dois lados. Logo no início da partida, aos quatro minutos, o zagueiro Yerri Mina, ex-Palmeiras, cabeceou uma bola rente à trave após cobrança de falta de Sigurdsson. Sete minutos depois, foi a vez do Liverpool assustar os Toffes. Numa boa troca de passes, Salah lançou Mané que ficou cara a cara com Pickford, mas acabou chutando por cima do gol.

Aos 20 minutos da etapa inicial a estrela do goleiro brasileiro Alisson brilhou. André Gomes cabeceou uma bola na pequena área e o arqueiro da Seleção fez uma linda defesa a queima-roupa e no rebote o zagueiro Joe Gomez tirou em cima da linha. Se o brasileiro foi bem de um lado, o inglês também se destacou do outro. Aos 33 minutos, Fabinho roubou a bola no meio, acionou Salah, que deu belo passe para Shaquiri; o suíço chutou forte, mas Pickford fez bela defesa para evitar o gol.

Na volta do intervalo, o equilíbrio do primeiro tempo não se repetiu. Fazendo valer o mando de campo, o Liverpool cresceu no jogo e dominou as ações nos últimos 45 minutos. Aos 8', Roberto Firmino deu bom passe para Sadio Mané na entrada da área, que chutou na rede pelo lado de fora. Em outra oportunidade, o senegalês tabelou com Mohamed Salah, que deixou Mané livre para finalizar, mas o atacante do Liverpool tirou muito do gol e bateu colocado para fora aos 14 minutos da etapa final.

A chance mais clara do Everton no segundo tempo veio dos pés do brasileiro Bernard. Os Toffes avançaram em contra-ataque aos 21 minutos, Bernard recebeu no meio-campo, avançou, cortou para o meio e chutou, mas a bola saiu pelo lado esquerdo da meta de Alisson. Jurgen Klopp tentou algumas mudanças no ataque ao fim do jogo, colocou Divock Origi no lugar de Roberto Firmino e o atacante belga foi o responsável pela vitória dos Reds.

Já nos acréscimos, aos 51 minutos do segundo tempo, o Liverpool teve uma falta para cobrar no campo de defesa que mudou o resultado do jogo. Alisson rolou para Alexander Arnold, o inglês fez um longo cruzamento para área a bola a bola foi mal afastada e sobrou para Van Dijk. O zagueiro holandês tentou chutar para o gol e pegou mascado na bola, que iria passar por cima do gol, mas Pickford fez uma lambança. O arqueiro inglês tentou agarrar a bola rente ao travessão, mas não conseguiu segurar e a bola quicou no poste e sobrou livre para Origi, que cabeceou para o gol e deu números finais ao jogo.