Iniesta - Barcelona

Iniesta anunciou sua saída do Barcelona nesta sexta-feira (Foto: Pau Barrena / AFP)

LANCE!
27/04/2018
11:51
Barcelona (ESP)

Andrés Iniesta anunciou nesta sexta-feira a sua saída do Barcelona ao fim da temporada. Durante o pronunciamento, ele comentou o pedido de desculpas da revista "France Football", responsável pela entrega do prêmio Bola de Ouro. O jogador afirmou que não guarda nenhum ressentimento por não ter conquistado o troféu.

- Não tenho nada a comentar. Não há ressentimento por não ter conquistado a Bola de Ouro. Estar presente já foi algo de mágico, com Xavi e Messi. Minha felicidade não muda com ou sem uma Bola de Ouro. Vou levar o respeito e carinho de todo o mundo - afirmou o meia.


Em um editorial intitulado "Perdão, Iniesta", a revista classifica o jogador, de 33 anos, como o "maior facilitador de todos os tempos". A publicação afirma ainda que Messi não teria o mesmo rendimento no Barcelona sem o meia.

- O sr. Iniesta demonstrou que é o cérebro e, sem dúvida, o músculo essencial dos campeões fora de série. Seu talento é inventar. Um altruísmo que certamente o privou de um reconhecimento ainda mais majestoso, como foi no Bola de Ouro, que deixou escapar em 2010 (segundo lugar) e 2012 (terceiro). Entre as grandes ausências dos Bola de Ouro, a dele é a mais dolorosa. A menos que uma grande atuação na Rússia permita reparar essa anomalia democrática - diz trecho do editorial da revista.

A Bola de Ouro foi criada em 1956 e era entregue ao melhor jogador europeu. Na década de 90, a Fifa criou o próprio prêmio, passando a ser concorrente da premiação da "France Football".

De 2010 a 2016, a Fifa e a Bola de Ouro unificaram o prêmio, mas no ano passado, a entidade máxima do futebol voltou a ter uma premiação só dela, criando o "The Best".