2016 - Messi

Lesão de Suárez e falta de confiança em Munir fazem com que Valverde opte por Messi de falso nove (Foto: Reprodução/FCB)

LANCE!
07/12/2018
11:19
Barcelona (ESP)

É possível que já tenha passado a fase de Messi jogar de falso nove. E mais, nem ele mesmo se vê nessa posição. Suas estatísticas contra o Villarreal, e especialmente seu mapa de calor, demostram que Messi não pisou na área, e demonstram que essa foi a partida que o argentino menos participou. A última, tinha sido contra o PSV, mas no Philips Stadion chutou sete vezes e marcou um gol.

O posto de falso nove estava longe de Messi. Foi posto de surpresa na posição por Guardiola, na vitória por 6 a 2 sobre o Real Madrid, na temporada de 2008-09. O que parecia um movimento pontual, acabou dando um santo definitivo na carreira do argentino, que atuando nessa posição atingiu o limite da sua boa relação com o gol: no Espanhol de 2011/12, por exemplo, marcou 50 gols.

Messe se manteve como falso nove até 2014/15. Então, venco que a equipe tinha perdido a força e a presença na rea, Zubizarreta acertou a contratação estratégica de Luis Suárez, que estreou no Bernabéu jogando pela direita. Isso mudou rapidamente. No transcorrer da temporada, as boas atuações de Suárez, devolveram a ponta direita a Messi. Desde então, passou a jogar centralizado, munindo Suárez e Neymar. Os resultados foram exitosos com gols e títulos.

Atualmente, com os problemas de Suárez no tornozelo direito e a pouca confiança de Valverde em Munir, cujo rendimento está abaixo do esperado, fez com que Valverde recolocasse Messi de falso nove. Aos 31 anos, Messi perdeu a potência de correr tantos metros em campo e de romper a profundidade, sentindo muito mais quando joga na posição. A pouco tempo, Messi disse que se vê mais "como um criador de jogadas como um goleador".

O esquema tático do Barcelona não tem segredos e se divide em duas partes. A primeira é fazer com que a bola chegue em Messi. A partir daí, Messi decide o que vai fazer com a bola, rapidamente faz a ligação com os laterais e aparece para receber o passe de novo. Essa é a sua tática para fazer gols. Contra o Villarreal, porém, Arturo Vidal foi praticamente o atacante do Barça. Messi fugiu da área, como se quisesse mostrar suas preferências dentro de campo.

No momento, o debate permanece, até porque Suárez não deve jogar contra o Espanyol. Valverde já anunciou, em coletiva, antes o confronto com o Cultural Leonessa, que prefere Messi no lugar de Munir. Deve-se estar, porém, atento ao seu comportamento.