Edílson Capetinha

Edílson está com problemas sérios na justiça (Foto: Reprodução/TV)

LANCE!
26/08/2020
18:00
Salvador (BA)

O ex-jogador Edílson Capetinha recebeu uma decisão desfavorável em um processo judicial. A Justiça Trabalhista de Salvador decretou o arrombamento e troca de fechadura de um imóvel do comentarista por conta do processo. A informação foi confirmada pelo 'G1'.

Edílson é alvo de processos trabalhistas desde 2012 através de três empresas de promotoria de eventos cujo ele é sócio. Ao todo, o ex-jogador é processado por 28 ex-funcionários e sócios por diversas dívidas trabalhistas.

De acordo com o mandato expedido no dia 13 de agosto, os bens que fossem encontrados no imóvel ficam sob guarda e depósito da Justiça pelo prazo de 30 dias, como parte de uma ação de penhora para abater os valores da dívida.

Em 2017, Edílson foi um convocado a uma audiência de conciliação com os ex-funcionários e o cálculo da época era uma dívida de R$ 8,5 milhões. Entretanto, o jogador sequer apareceu na ocasião.

Confira a íntegra da decisão do TRT:

Diante da situação certificada pela oficiala de justiça em ID. eaa454b, a fim de viabilizar o cumprimento do mandado de imissão na posse, expeça-se mandado de arrombamento do imóvel, a ser cumprido com auxílio policial, devendo-se, para tanto, ser expedido o competente ofício requisitando a prestação do reforço.

Dê-se ciência ao arrematante do quanto ora determinado, devendo contactar o CEMAN no prazo de 5 dias para agendamento da diligência que deverá acompanhar, bem como viabilizar os meios necessários ao seu cumprimento, notadamente quanto à disponibilização de chaveiro para auxiliar no arrombamento do imóvel. Ainda, deve o arrematante, de logo, ficar ciente de que eventuais bens que se encontrem guarnecendo o imóvel ficarão sob sua guarda e depósito, pelo prazo de 30 dias.