Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira é jornalista esportivo (Foto: Reprodução/Youtube)

LANCE!
16/03/2021
18:35
Rio de Janeiro (RJ)

A forma como a diretoria do Flamengo está tratando o caso do atacante Gabriel Barbosa, flagrado em um cassino clandestino no último domingo em São Paulo, vem incomodando o jornalista Mauro Cezar Pereira. Para o jornalista, Gabigol "errou feio" e o clube deveria demonstrar que não concorda com a conduta do atleta.


>> Veja a tabela do Campeonato Carioca


- O vice-presidente jurídico do clube, Rodrigo Dunshee de Abranches já disse que o Flamengo não vai se meter, é uma questão pessoal. Evidentemente não é só o jogador, porque isso atinge também a imagem do clube e coloca em dúvida questões sanitárias que não pertencem apenas ao indivíduo, mas sim a todos que convivem com ele - disse Mauro em vídeo no canal do Youtube do site "UOL".

- A conduta de Gabigol é obviamente condenável, totalmente equivocada e incompatível com um jogador da sua importância. Errou, errou feio e caberia ao Flamengo chamar a atenção do jogador; no mínimo demonstrar incômodo, discordância em relação à conduta do atleta. O Flamengo está equivocadíssimo ao fazer de conta que nada aconteceu - completou.

Apesar disso, o jornalista não acredita que isso seja um problema para o técnico Rogério Ceni, visto que os titulares retornarão aos poucos para a disputa do Cariocão.


- A conduta de Gabigol é obviamente condenável, totalmente equivocada e incompatível com um jogador da sua importância. Errou, errou feio e caberia ao Flamengo chamar a atenção do jogador; no mínimo demonstrar incômodo, discordância em relação à conduta do atleta - destacou.

O atacante do Flamengo Gabigol foi flagrado, na madrugada do último domingo, em um cassino clandestino na Vila Olímpia, Zona Sul de São Paulo e conduzido à Delegacia de Crime contra a Saúde Pública. Além do atleta, mais de 200 pessoas foram encontradas no local, entre elas o cantor MC Gui. A aglomeração terminou quando a Polícia Civil fechou a casa de jogos ilegais.