Pelé

Pelé foi ministro durante governo FHC (Foto: Reprodução da Internet)

LANCE!
19/02/2021
14:51
São Paulo (SP)

Muita gente pode não se lembrar ou saber, mas Pelé já foi ministro do Esporte, entre 1995 e 1998, durante o governo de Fernando Henrique Cardoso. Essa não foi a primeira vez que a imagem do Rei do Futebol foi atrelada a política, já que o governo militar se manteve perto da popularidade da Seleção tricampeão mundial na Copa de 1970. O atleta do séc. 20 abriu o jogo durante o documentário britânico sobre sua vida, que chega em breve na Netflix.

- Em lugares que eu passo ou chego, em aeroporto, restaurante quando a gente vai almoçar, é uma coisa engraçada, porque os caras misturam as coisas, vêm me cobrando. Vem cá, eu era jogador de futebol, gostava de jogar, gostava muito, mas eu não sou político, eu sou brasileiro (...) porque a gente torce para que o povo não sofra, para que os políticos honestos estejam para administrar o país, mas infelizmente não podemos mudar - disse.

- Tivemos alguns problemas durante a minha carreira porque os caras misturaram política com futebol (...) Quando aceitei trabalhar com Fernando Henrique Cardoso como ministro do Esporte eu aceitei porque achava que era momento de ajudar o Brasil e tal, e graças a Deus deu tudo certo, foi maravilhoso para mim. Então até nisso Deus me ajudou, mas é complicado para quem ama uma coisa e tem que defendê-la do lado de fora. Não é brincadeira - afirmou.

Após a passagem pelo Ministério, que foi extinto após sua saída em 1998, Pelé sempre manteve uma relação cordial com todos os governos seguintes, tanto de esquerda como de direita. Ele ainda desabafou que cobram coisas que não estão ao alcance dele.

- Eu quero o melhor para o Brasil. Não posso mudar a lei. Por que o pessoal às vezes confunde e vem cobrando coisas que não estão ao meu alcance. Eu posso até falar, como a gente defende o Brasil e às vezes critica alguns políticos, já criticamos vários governantes, agora resolver o problema nós não vamos - concluiu.

O documentário 'Pelé', que é dirigido pelos britânicos David Tryhorn e Ben Nicholas e produzido pelo cineasta Kevin Macdonald, vencedor do Oscar pelo trabalho em "Munique, 1972: Um Dia em Setembro" (1999), promete mostrar Pelé por um olhar jamais mostrado nas mais diversas produções que já envolveram o nome do rei. Pelé fala de Ditadura Militar, Copa de 1970 e outros momentos de sua vida. Ele chega na Netflix no dia 23 de fevereiro.