Mauro Cezar

Ex-ESPN Brasil, jornalista Mauro Cezar avalia trabalho de Abel Ferreira no Brasil (Reprodução / Youtube Mauro Cezar)

LANCE!
19/03/2021
13:57
São Paulo (SP)

O jornalista Mauro Cezar Pereira acredita que o treinador Abel Ferreira, do Palmeiras, não tenha agregado "em nada" ao futebol brasileiro mesmo depois de ser campeão da Libertadores e da Copa do Brasil em 2020 com o Alviverde. Ele usou uma frase do técnico sobre Guardiola para avaliar o esquema de jogo usado por Abel

+ Veja a tabela do Paulistão e veja os próximos desafios do Verdão

- Ele tem tem muita coisa de técnico brasileiro. Primeiro que o Mourinho dirigiu o Porto em 2004, era um outro cenário e um outro futebol. É desonesta essa comparação, é uma tentativa de manipular o pensamento das pessoas. Só trouxa embarca nessa. E para defender um estilo de jogo que ele faz, que o Mourinho faz, cabe a ele mostrar que ele pode fazer algo diferente, não adianta jogar com as palavras.

Mauro e os outros comentaristas do podcast "Posse de Bola", do Uol, estavam comentando sobre uma frase de Abel em entrevista ao SporTV, onde o português acredita que Pep Guardiola, treinador campeão com Barcelona, Bayern de Munique e Manchester City, não teria o mesmo sucesso ao comandar o porto.

Após a declaração, a repercussão de Mauro trouxe uma avaliação do trabalho de Abel na temporada 2020.

- Até agora Abel Ferreira nada acrescentou no futebol brasileiro em termos de jogo. Acrescentou títulos na história do Palmeiras. Nada acrescentou em termos de futebol, tudo parecido com o que se faz aqui.

- É um cara muito inteligente, foi muito bem nas entrevistas, mas isso é uma piada. O maior executivo de uma determinada área não vai trabalhar em um empresa de fundo de quintal. O cara é top daquela área. O Guardiola não vai dirigir o Porto porque o Porto é muito pequeno para o Guardiola, como qualquer clube brasileiro é minúsculo para o Guardiola. O Abel Ferreira deveria lutar para ser o novo Guardiola e não treinar um clube brasileiro, e treinar grande time europeu, coisa que nem o Jorge Jesus conseguiu

Em campo, o Palmeiras aguarda a Federação Paulista definir se o estadual será mantido ou paralisado por conta dos números de Covid-19 registrados na região. Mais de 280 mil pessoas já morreram pela doença no Brasil desde 2020.