Brasil x Argentina

Destino da partida entre Brasil e Argentina está nas mãos da Fifa  (Foto: NELSON ALMEIDA / AFP)

LANCE!
06/09/2021
23:28
Zurique (SUI)

A Fifa abriu um procedimento disciplinar para analisar qual será o destino da partida paralisada entre a Seleção Brasileira e a Argentina no último domingo, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022. De acordo com o portal "UOL", a CBF já foi notificada do processo e tem seis dias para enviar sua defesa à entidade máxima do futebol. Em nota publicada nesta segunda-feira, a Confederação Brasileira de Futebol disse não ter interferido para a participação dos jogadores argentinos no confronto.

+ Confira a tabela das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa de 2022

- Recebemos a notificação hoje (segunda-feira) e temos o prazo para mandar a defesa. Estamos muito tranquilos porque vamos passo a passo. Primeiro, fizemos as notificações tanto à Conmebol tanto quanto à AFA, que é uma questão de cordialidade. O protocolo de intenções da Conmebol sobre as Eliminatórias fala que tem que se respeitar as regras sanitárias do país - informou Gustavo Feijó, um dos vice-presidentes da CBF, ao "UOL".

- Outro detalhe: nós, em momento algum, desde que perdemos nove atletas, pedimos para não jogar. Os argentinos vêm, descumprem as regras sanitárias brasileiras. Então, quem deu causa à suspensão da partida não fomos nós -  acrescentou o dirigente. 

+ Conheça o novo app do LANCE! e fique por dentro dos resultados e notícias!

Feijó destacou que foram agentes federais que entraram em campo para cumprir as leis do país, o que não tem nada a ver com a CBF. Ele diz que se os jogadores argentinos que burlaram as regras sanitárias fossem substituídos, o jogo voltaria a acontecer. 

- A Anvisa fez o papel dela, não devemos questionar. Se o cara mentiu na entrada do país e desrespeitou a ordem da quarentena, não podemos ser contra essa decisão. Pessoalmente, acho que deveria ter sido feito na saída do hotel ou na chegada ao estádio - concluiu Feijó. 

No domingo, após cerca de uma hora de mistério e confusão causada por argentinos violarem leis sanitárias, a Conmebol confirmou que o confronto válido pela sexta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 foi suspenso.