Brasil x Tunísia - Douglas Souza

Douglas Souza é ponteiro da Seleção Brasileira de Vôlei (Foto: YURI CORTEZ/AFP)

LANCE!
03/10/2021
11:23
Rio de Janeiro (RJ)

Os torcedores brasileiros provavelmente conheceram ainda mais Douglas Souza em julho de 2021, durante os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, após o ponteiro da Seleção Brasileira de Vôlei viralizar nas redes sociais mostrando os bastidores do evento. Agora, com mais de 3 milhões de seguidores apenas no Instagram, o atleta conta que concilia "muito bem' a vida de jogador com a vida de influenciador.

+ Estatísticas, artilharia, tabela de jogos e classificação do Brasileirão Série A

Desde os 10 anos no vôlei, Douglas Souza assume que "nunca houve Plano B" em sua carreira: o sonho era ser jogador profissional de vôlei. Ele entrou no esporte desde criança para evitar problemas de bronquite, mas, a paixão pela categoria acabou ficando. E para quem pensa que a vida pública na rede social é uma novidade... Não é.

- Plano B, na verdade, desde que eu saí de casa, com 14 anos, nunca existiu. Já sabia que seria jogador profissional de vôlei. Que iria atrás disso. Mas também, hoje em dia, antes mesmo de ter acontecido esse 'boom', já tenho outra carreira: sou streamer e youtuber. Agora que aconteceu tudo isso na Vila Olímpica, de eu ter essa quantidade de seguidores e engajamento, sou também um influenciador, então são várias carreiras em uma pessoa só - disse ele em entrevista ao portal O Dia, que seguiu:


- Não é só o jogador de vôlei. Mas a gente vai conciliar isso muito bem. Minha equipe tem ajudado muito. Principalmente quando estiver em época de campeonato, ela vai me permitir ter foco total nas competições, e me ajudar a organizar melhor com tudo. Acredito que vai funcionar de uma maneira bem legal e agradável para todo mundo - explica Douglas Souza.

Além de ser uma referência como atleta, fora das linhas, o ponteiro também inspira milhares de pessoas. Assumidamente homossexual, Douglas chegou a compartilhar em suas redes sociais momentos de preconceito que viveu. Em entrevista, ele exalta outros atletas que sofreram homofobia.

Douglas Souza cama de papelão
Douglas Souza testa cama de papelão da Vila Olímpica (Foto: Reprodução/Instagram)


- Eu acho que comigo foi diferente e está sendo diferente porque o mundo veio evoluindo bastante. Não na velocidade que gostaríamos, mas a parte boa é que vem evoluindo sim e a tendência é ir disso para melhor. As pessoas hoje em dia estão mais abertas, mais conscientes dos atos delas, principalmente com relação ao preconceito. Acho que por isso que comigo foi diferente a reação das pessoas.

Em outras respostas dadas ao portal, Douglas conta que sonha em participar do programa "Big Brother Brasil", reality show da TV Globo. O atleta diz que aceitaria "se jogar" na atração para viver uma nova experiência: "Não posso ter medo de arriscar e ser feliz". Aos 26 anos, o camisa 14 da Seleção ostenta a medalha de ouro olímpica nos Jogos Olímpicos do Rio-2016. Atualmente, ele joga no Vibo Valentia, da Itália.