Internacional x Ponte Preta - celso roth

Com o Internacional, Celso Roth foi campeão da Libertadores de 2010 (Foto: Itamar Aguiar/Agencia Freelancer)

LANCE!
06/01/2022
21:38
Rio de Janeiro (RJ)

Em entrevista à 'Central do Mercado' nesta quinta-feira, Celso Roth criticou a recente 'onda' de treinadores estrangeiros no Brasil. O técnico questionou a quantidade de títulos conquistados pelos europeus fora do país e também destacou a falta de profissionais de outros continentes, como África e Ásia.

> Confira as tabelas dos campeonatos estaduais e simule os resultados!

- Dirigente acha agora que treinador brasileiro não tem mais qualidade. Aí vai buscar quem ganhou o que? Jesus ganhou quantas vezes a Copa da Europa? Paulo Sousa ganhou quantas vezes? Se é para trazer gente, é para trazer gente que qualifique nosso futebol - questionou o técnico. 

- O Flamengo melhorou o quê com o Jesus? Fora a qualidade técnica dos jogadores e do time. Não é nada contra ninguém. Temos que ter gente que qualifique. Mundo é África, Ásia, América do Sul e também Europa, não só Europa. Temos que acompanhar o futebol e sua evolução, sua literatura. Isso é fundamental para o treinador estar com o conhecimento em dia - continuou o treinador. 

+ Confira como foi o Réveillon dos craques e mais do Fora de Campo!

- Queremos qualidade. Com exceção do Jesus e do Abel, que estava questionado antes da Libertadores e ganhou porque fez um esquema retroativo e ganhou, temos que analisar. Jesus sempre foi 'questionadíssimo' em Portugal e teve a felicidade de chegar na hora certa e com o time bom, não tirando o mérito do Jesus. Quem faz as escolhas tem que ter cuidado - completou Celso Roth.