Jair Bolsonaro e Rogério Caboclo

Rogério Caboclo e Jair Bolsonaro, juntos, em evento na CBF (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

LANCE!
07/06/2021
15:09
Brasília (DF)

O presidente da República Jair Bolsonaro disse, nesta segunda-feira, que não tem "nada a ver" com uma possível troca de mudança do treinador da Seleção Brasileira. Bolsonaro, que trabalha para receber a Copa América no Brasil, comentou em entrevista coletiva que as decisões da Confederação Brasileira de Futebol são independentes e desmentiu a informação de que ele trabalhava junto ao presidente da CBF para evitar um boicote dos convocados ao evento.

+ É mata-mata! Confira a tabela de jogos da Copa do Brasil

+ Começou o Brasileirão! Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Neste fim de semana, o ge.globo havia publicado uma informação que o presidente da República, junto do então dirigente da CBF, Rogério Caboclo, planejavam demitir o treinador da Seleção Tite por participar de um boicote da Copa América. Renato Gaúcho assumiria o comando do elenco nacional. Segundo nova informação, o time não fará boicote à competição.

- Minha participação na Copa América é abrir o Brasil para que ela fosse realizada aqui. Já temos quase tudo acertado, tudo certinho. Agora, no tocante a técnico, estou fora dessa, não tenho nada a ver com isso aí - explicou o político, atualmente sem partido. 

- Cada um tem na sua cabeça uma Seleção e um técnico. Eu tenho a minha também, que falo para os meus amigos aqui. Para vocês, não falo, porque estão gravando aí - completou ele.

+ Denúncia de assédio sexual: relembre 12 polêmicas envolvendo Neymar

Bolsonaro voltou a ser assunto no mundo do esporte ao autorizar a realização da Copa América no Brasil enquanto o país se aproxima da marca do 500 mil mortos pela pandemia. A medida causou revolta em especialistas e torcedores. O presidente da CBF foi afastado, neste domingo, do cargo pelo Conselho de Ética da entidade, que apura uma denúncia de assédio sexual e moral contra ele.