Maradona e filho Dieguito

Diego Maradona ao lado de seu filho mais novo, Diego Fernando (Foto: Reprodução/ Instagram)

LANCE!
04/12/2020
18:28
Buenos Aires (ARG)

Uma informação importante surgiu na autópsia de Diego Maradona sobre o estado de seu coração. De acordo com o site "Data Clave", o exame descartou a hipótese de que o ex-jogador tinha uma insuficiência cardíaca crônica.

O coração do ex-jogador chamou atenção ao ser retirado, pesando o dobro do normal. Segundo relato de fontes ao veículo, todavia, o coração de Maradona não estava dilatado quando ele ficou internado para uma cirurgia cerebral. Ou seja, o problema começou depois de sua alta médica.

>> Confira a classificação do Campeonato Brasileiro 2020

Depois que foi liberado do hospital, Maradona teria sido exposto a um tratamento sem os cuidados necessários. A morte do ídolo argentino se tratou de um evento hiper agudo, uma provável consequência de uma arritmia súbita. Ainda foi constatado que seus pulmões se encheram de líquido de forma brusca, constatando um edema pulmonar.

Tanto o Data Clave como o Olé ouviram de fontes próximas a situação de que a conclusão é de que Maradona não recebeu os cuidados necessários enquanto esteve sendo tratado em casa. Por isso, agora a investigação caminha para estudar os remédios que lhe foram receitados por sua equipe médica pessoal.