Carol Portaluppi

Carol e Renato aproveitam dia de sol em hotel em imagem antiga publicada no Instagram (Reprodução Instagram)

LANCE!
21/05/2021
09:42
São Paulo (SP)

Muitos torcedores do Corinthians entraram na onda, durante a última semana, com a campanha "#CarolPortaluppi2M". A mobilização foi criada entre os apaixonados pelo Timão e a filha do treinador Renato Gaúcho, que confirmou sua resposta negativa ao convite alvinegro. A ideia era que, assim que Carol obtivesse a marca de dois milhões de seguidores no Instagram, ela anunciaria um "segredo". Com a recusa, Carol acabou perdendo seguidores.

+ TABELAS: Brasileirão tem primeira rodada definida; saiba os jogos e datas

Carol acabou perdendo cerca de 100 mil seguidores entre 0h e 9h desta sexta-feira. A campanha foi criada após as primeiras informações de que Renato poderia pintar no clube paulista. Os corintianos pediram que Carol os ajudasse a convencer Renato. Em troca, ela ganharia os 200 mil seguidores que restavam para bater a marca de dois milhões na mídia. 

O treinador, que deixou o Grêmio no último mês e poderia substituir Vagner Mancini no Timão, preferiu declinar para se manter próximo da família. Carol, que completa 27 anos nesta sexta, compartilhou uma mensagem via stories agradecendo o carinho e lamentando o desacordo. 

O nome da filha do treinador chegou a ser um dos assuntos mais comentados no Twitter. Em cerca de 9h, o nome "Carol Portaluppi" esbanjava cerca de 12 mil comentários na plataforma. Os torcedores obviamente não perdoaram a "ilusão". Confira abaixo alguns comentários: