Fluminense x Internacional - Comemoração

Fluminense recebe o Figueirense nesta terça-feira, no Maracanã (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)

LANCE!
25/08/2020
06:00
Rio de Janeiro (RJ)

Cento e sessenta e sete dias depois do confronto no Orlando Scarpelli, Fluminense e Figueirense voltam a se encontrar pela Copa do Brasil. No que vem sendo tratado como "jogo do ano" no Tricolor carioca, a missão é clara: reverter a desvantagem de 1 a 0 para seguir sonhando com um título na temporada e ter o retorno financeiro que a competição dá, podendo embolsar mais R$ 2 milhões em caso de classificação. A partida, às 21h30, no Maracanã, terá transmissão em tempo real do LANCE!.

Uma das dificuldades apresentadas pelo Fluminense especialmente após a paralisação é justamente reverter resultados. O jogo contra o Athletico foi apenas o segundo em que a equipe saiu na frente no placar, sendo o primeiro que venceu - na final da Taça Rio acabou empatando. Além disso, teve dois 0 a 0, contra Macaé e Botafogo. Em todas as outras partidas, o Tricolor precisou correr atrás no placar, algo que o time já entrará em campo precisando fazer nesta terça. Em 2020, foram três viradas do Flu: contra Moto Club, na segunda fase da Copa do Brasil, Madureira, no Carioca, e Internacional, no Brasileirão.

Além do âmbito esportivo, o Fluminense tem em vista algo que impacta diretamente no andamento do clube: o ganho financeiro da competição. Caso avance, o Tricolor arrecadará mais R$ 2 milhões. No orçamento votado no início deste mês, o clube projetou receber cerca de R$ 27,4 milhões de reais em premiações, chegando, no mínimo, até as quartas de final da Copa do Brasil, já que a equipe acabou eliminada da Sul-Americana. Depois desta fase, ainda há mais uma antes das oitavas.

E o time?

A vitória fora de casa contra o Athletico Paranaense por 1 a 0 no Brasileirão deu mais confiança ao elenco tricolor, que vinha pressionado após atuações ruins no início da competição. De quebra, Odair Hellmann ainda conseguiu poupar o zagueiro Nino, o meia Nenê e o atacante Evanilson, três dos principais jogadores do elenco e que vinham atuando sem descanso. Os três voltam a ser opção para o treinador, assim como Hudson e Fred, recuperados de lesão.

Na escalação, o Fluminense não deve ter novidades. Calegari foi bem e deve permanecer na equipe na vaga que era de Igor Julião. No meio, o treinador deverá manter Yuri, Dodi e Nenê, enquanto Marcos Paulo, Michel Araújo e Evanilson jogam mais adiantados.

- Entrar como em qualquer outro jogo, buscando a vitória. Precisamos de um placar simples de 1 a 0. Temos que pensar que vamos fazer um gol. Conquistando isso, aí sim pensar no segundo para ter a classificação direto. Sabemos da dificuldade que vai ser. É uma equipe qualificada, tanto que venceu o primeiro jogo. Mas é fazer o nosso futebol, buscar a vitória pensando primeiramente nesse primeiro gol e depois só no segundo - disse o zagueiro Luccas Claro em entrevista coletiva.