DNA Tricolor

Fluminense tentará aproximar os sócios novamente (Foto: Divulgação/Fluminense)

Marcello Neves
28/09/2018
15:07
Rio de Janeiro (RJ) 

É preciso entender quem é o seu público-alvo. Essa é a peça chave para qualquer estratégia de marketing e não é diferente para clubes de futebol. Precisando buscar novos meio de obter receita, o Fluminense foca em seus torcedores e produziu o plano "DNA Tricolor". Trata-se de um mapeamento da torcida para conhecer melhor o seu sócio e aproximá-lo novamente do clube. O LANCE! foi atrás para entender melhor a ideia e trazer mais informações sobre a novidade que se aproxima. 

"O DNA Tricolor é a novas forma de relacionamento entre o Fluminense e o seu torcedor. Nele, tricolores de toda a terra serão integrados em um único ambiente, para que o Clube conheça melhor a sua torcida como um todo e cada perfil de comportamento específico", diz a mensagem no site oficial da campanha (www.dnatricolor.com.br)

O que é o DNA Tricolor?
Trata-se de uma estrategia de inteligência do Fluminense para mapear a sua torcida, como divulgado inicialmente pelo "NetFlu". A ideia é formar uma grande base de informação pegando dados de diferentes origens. Por exemplo, sócios que compraram ingressos no "Futebol Card", que adquiriam produtos na loja online, cliente ou associado, estarão com os dados na base para montar um planejamento.

- A plataforma dá benefícios diretos aos torcedores como descontos nas lojas oficiais do clube e na compra de produtos licenciados. Mais do que isso, é a chance de estreitar a relação do clube com todas as pessoas que se relacionam com o Fluminense - disse Lawrence Magrath, diretor comercial e de Marketing do clube das Laranjeiras. 

Como será o procedimento? 
Através do site que será disponibilizado, a primeira tela irá pedir o CPF e o e-mail do torcedores. Serão necessárias informações básicas cadastrais e de contato. Terão formulários e dados completares para enriquecer a base. Além das perguntas gerais para o torcedor, coisas mais específicas serão questionadas como se é, ou não, assinante do Premiere, a operadora de celular, se é parceiro de marcas de varejo, como se locomovem para o estádio, o que comem no local e etc... 

Qual é o objetivo?
O objetivo é chegar na casa do milhão de CPF's em um ano, já começando com 80 mil da base antiga. A ideia é aumentar o valor comercial do Fluminense, auxiliar na venda de produtos. Também será preciso trazer o torcedor para perto e criar uma relação com ele - sendo importante também a atualização dos dados dos sócios mais antigos, o que é um dos problemas principais do Fluminense. 

- O Fluminense quer entender o que pensam seus torcedores sobre diversos assuntos relacionados ao clube. Acreditamos que esta iniciativa vai perdurar por muito tempo, passando por várias gestões. Esperamos que fique um legado de comunicação entre o time e a torcida - completou Magrath. 

Bônus e novidades sobre o projeto de estádio
Um projeto em pauta é do Fluminense recompensar o torcedor que auxiliar o desenvolvimento. Bônus como e-books, voucher para descontos e coisas mais voltadas para o digital, que estimule a trazer mais torcedores. Uma ideia parecida com o KM de vantagens, do Posto Ipiranga, por exemplo. Também haverá um questionário sobre a Arena Fluminense, para entender os desejos do torcedor. Perguntas como conforto, arquibancadas, pressão e outras sugestões. 

Como foi desenvolvido o projeto?
O Fluminense jã tem sistema de sócios, o mesmo utilizado por Palmeiras e Flamengo. É o principal software de clubes de mercado e é possível ter acesso a uma ficha de clientes. O Fluminense usa esse produto desde 2011. Houve a criação de uma nova aplicação para atualizar os dados dos socios e complementar informações.

Há data para se colocar em prática?
Os responsáveis testaram o sistema durante o último mês e principalmente nas últimas quarta e quinta-feiras. Há um cuidado com as variáveis, pois há questionários para quem é sócio, ex-sócios, sócios inativo, inadimplentes, quem nunca tiveram relação com Fluminense... 

Como será feita a divulgação?
Haverá uma campanha com a comunicação do clube e a ideia de divulgar bem o link para a página. A propaganda vai estar no site, no placar eletrônico do Maracanã, nos intervalos comerciais da televisão e em outros lugares onde o marketing possa atuar. A ideia é estimular o compartilhamento do produto. 

Confira o vídeo divulgado pelo Fluminense: