Treino Fluminense

Fluminense está com salários atrasados (FOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)

Luiza Sá e Marcello Neves
15/03/2019
18:30
Rio de Janeiro (RJ)

Os jogadores do Fluminense voltaram a fazer uma paralisação como forma de protesto em razão de salários atrasados. Nesta sexta-feira, os atletas se reuniram no CT e decidiram não participar do treinamento. A atividade marcada para este sábado está mantida e passou para a parte da tarde. O Flu se prepara para o clássico contra o Botafogo, no domingo.

Atualmente, o Tricolor está devendo, pela CLT, 13º e férias de 2018 e janeiro e fevereiro de 2019 (excluindo janeiro dos reforços), além dos direitos de imagem novembro e dezembro de 2018 e janeiro de 2019 (excluindo janeiro dos reforços). Vale lembrar que esse segundo caso apenas alguns jogadores recebem.

O presidente do Fluminense, Pedro Abad, atualmente está em Londres mais uma vez em busca de soluções e investidores para contornar a grave crise financeira vivida pelo clube. No último mês, o mandatário já havia ido à Europa com o mesmo propósito.

No dia 19 de fevereiro, os jogadores também fizeram um protesto, ficando sem treinar por um dia. A folha salarial do futebol é de cerca de R$ 4 milhões. O Fluminense convive com problemas para cumprir seus prazos de pagamentos há alguns anos. Sem patrocínio master e com prejuízos constantes no Maracanã, o clube ainda busca formas de equilibrar as finanças.