Fluminense x Ypiranga Everaldo

Everaldo tem contrato com o Fluminense até o dia 17 de maio (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.) 

Marcello Neves
08/03/2019
06:00
Rio de Janeiro (RJ) 

O Fluminense está vivendo um 2019 de novelas. Em janeiro, foi a contratação de Paulo Henrique Ganso. Em fevereiro, as demoras nas confirmações dos novos contratados. Em março, está se desenhando para o caso Everaldo. O clube carioca, o Cruzeiro e o staff do jogador analisam a situação e divergem sobre o futuro do atacante. Por ora, segue como atleta do Tricolor. 

A questão X é a posição do Fluminense. O clube tem vínculo de empréstimo com Everaldo e já indicou ao Velo Clube (SP) que exercerá a opção de compra até o dia 17 de maio. O Tricolor deseja mantê-lo e busca recursos para obter os R$ 2 milhões para comprá-lo. Esse é o plano A. Além disso, não recebeu qualquer proposta oficial de outro clube. 

Já o staff de Everaldo deseja buscar novos rumos para o atacante. Insatisfeita com os atrasos salariais cotidianos e vendo a oportunidade do atleta disputar a Libertadores, tem oferecido o jogador para outros clubes. Grêmio e Cruzeiro, este com mais afinco, foram os maiores interessados. A ideia é aproveitar a boa fase do atacante para valorizá-lo. 

No Cruzeiro, a posição é de esperar. As conversas com o empresário do atleta caminham bem, mas o clube sabe que terá de esperar uma posição do Fluminense para abrir negociação. Os mineiros estão cientes que o Tricolor deseja exercer a compra e sabem que se trata de uma negociação difícil, apesar da empolgação do staff do atleta. 

Existe a possibilidade de Everaldo ir para o Cruzeiro em negociação direta com o Fluminense, mas, para isso acontecer, as conversas terão que se desenrolar após a compra do mesmo. Então, a questão seria a seguinte: o quanto o clube mineiro estaria disposto a pagar pelo atacante - que, teoricamente, recém teria sido comprado por R$ 2 milhões? 

Oficialmente, Everaldo é jogador do Fluminense e será o clube das Laranjeiras até o dia 17 de maio. Na última quarta-feira, o jogador se envolveu em polêmica ao publicar em seu Instagram com a legenda "#Gratidão #DeuséFiel", interpretada como despedida. Luciano, Igor Julião, Digão e Gilberto, então, comentaram supostamente se despedindo do atacante. O jogador explicou que tudo não passou de "pilha", mas deixou seu futuro em aberto.

- Tenho contrato com o Fluminense até maio e estou procurando cumprir da melhor maneira possível. Postei uma foto nas redes sociais, coloquei "gratidão" na legenda por tudo que Deus tem feito por mim. Acabou que chegaram algumas mensagens e meus companheiros entraram na pilha. Foi apenas um mal entendido. As pessoas que tem que cuidar disso estão fazendo, estou focado apenas em ajudar - disse o atleta do Flu.