Sport x Fluminense - Lucca

Lucca fez dois gols com assistências de Danilo Barcelos (FOTO DE MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)

Ana Daróz*
11/07/2021
07:00
Recife (PE)

Neste sábado, o Fluminense venceu o Sport por 2 a 1 na Ilha do Retiro, após virada emocionante protagonizada por Lucca, em partida válida pela 11ª rodada do Brasileirão. Mesmo com time alternativo e enfrentando problemas na marcação, o Tricolor cresceu no segundo tempo depois das substituições do técnico Roger Machado e garantiu a vitória fora de casa. O triunfo teve o dedo do treinador, que ganhou opções no grupo perto do duelo contra o Cerro Porteño, pelas oitavas de final da Libertadores.

+ Veja a tabela do Brasileiro e simule os resultados dos jogos

Os minutos iniciais foram marcados pela ofensividade do Flu. Em menos de 10 minutos, Nenê e Luiz Henrique finalizaram e levaram perigo ao goleiro Mailson. Contudo, a equipe rapidamente perdeu o ritmo e o Sport ocupou cada vez mais espaço. Com os habituais problemas de marcação agravados, os meio-campistas foram frequentemente desarmados e deram a oportunidade para os contra-ataques intensos do Leão. Dos jogadores responsáveis pelo setor, apenas Martinelli conseguiu fazer boa atuação e, com o tempo, ficou sobrecarregado.

Em um jogo "lá e cá", os dois times criaram boas chances de gol. Ao Fluminense faltou objetividade na construção de jogadas, além da precisão dos chutes. Mesmo chegando na área adversária a todo o momento, Ganso não contribuiu para o ataque, enquanto Cazares não fez boas escolhas em momentos decisivos. Nos últimos instantes da primeira etapa, David Braz esticou o braço na hora do desvio e fez um pênalti, gerando o gol do Sport. 

+ ATUAÇÕES: Lucca entra no segundo tempo e comanda virada do Fluminense

No segundo tempo, o Time de Guerreiros retornou com a movimentação limitada, enquanto o Sport vinha confiante com o placar. Roger Machado optou por colocar Lucca no lugar de Nenê, como forma de poupar o titular para as oitavas de final da Libertadores e ao mesmo tempo dar mais agilidade ao ataque. A escolha não poderia ter sido mais correta: o atacante participou de um lance de perigo ao aproveitar um cruzamento de Danilo Barcelos e, minutos depois, conseguiu emplacar o gol com a assistência do lateral-esquerdo. Houve dúvida em relação ao posicionamento do jogador, mas o VAR se encontrava descalibrado e a decisão ficou com o árbitro em campo, que validou o lance. 

Com o empate, o Fluminense ganhou confiança e fez o Sport retroceder cada vez mais. Nessa altura, a partida se concentrava no campo do mandante, que não conseguia reagir às investidas do ataque, principalmente depois da entrada de Matheus Martins. O jovem conseguiu contribuir nas transições ofensivas, deu velocidade ao ataque e deu passes estratégicos. Não demorou muito para que Lucca marcasse o segundo, com a assistência de Danilo Barcelos mais uma vez. Foi a segunda vez que o jogador decidiu uma vitória contra o Sport, reproduzindo o feito da temporada passada.  

A vitória representou uma injeção de ânimo às vésperas da disputa da próxima fase da Libertadores. O clube faz uma campanha instável no Brasileirão e viaja para o Paraguai sem jogadores importantes como Nino e Fred para enfrentar o Cerro Porteño, pelas oitavas de final. Ao testar possibilidades no elenco, o técnico Roger Machado acertou nas reposições e ganhou reforços para a maratona de jogos que vai enfrentar no próximo mês. No Campeonato Brasileiro, o próximo confronto do Fluminense será contra o Grêmio, às 21h, no próximo sábado (17). 

*Estagiária sob a supervisão de Hugo Mirandela